Não há dúvidas de que as DSTs (Doenças sexualmente transmissíveis) ainda são uma preocupação global e que todos tentam de alguma forma se proteger de seus males, mesmo que algumas afetem o cotidiano do contaminado com menos força do que víamos há décadas atrás.

Mas uma nova invenção pode mudar de forma brutal a visão sobre as doenças e também ajudar na prevenção e disseminação de diversas delas. Um grupo de estudantes do Ensino Médio, no Reino Unido, criou um tipo de camisinha que muda de cor quando detecta algum tipo de DST. Logo que o material entra em contato com um tipo de vírus, ele fica com uma determinada cor que alerta sobre o risco.

Publicidade
Publicidade

O novo e revolucionário preservativo, batizado de S.T.EYE, detecta infecções como clamídia e sífilis. Claro que a invenção está somente engatinhando, mas mesmo assim mostra grande avanço e ainda pode evoluir de forma a identificar outros tipos de vírus. A possibilidade de um desdobramento dessa invenção, que possa avisar em casos de pré-contaminação, é um tremendo avanço não só na ciência mas também no campo social, o que poderia evitar casos de contaminação por engano, quando um dos parceiros ainda não saiba que carrega a #Doença.

Os jovens inventores, Daanyaal Ali, Muaz Nawaz e Chirag Shah, de 14, 13 e 14 anos respectivamente, estudam na Academia Isaac Newton em Illford, Essex e criaram o preservativo com o intuito de tornar a identificação de doenças venéreas mais segura e sem a necessidade de testes invasivos, que são hoje utilizados para identificar diversas DSTs.

Publicidade

A invenção dos adolescentes lhes rendeu o prêmio TeenTech e ainda ganharam cerca de 1,58 mil dólares e uma viagem ao Palácio de Buckingham, em Londres. Um dos jovens criadores, disse: “Criamos o S.T.EYE como uma forma de ajudar, no futuro, a próxima geração”.

A fundadora do TeenTech, a britânica Maggie Philbin, afirmou: “Encorajamos estudantes a levar suas ideias para fora da sala de aula, promovendo encontros com profissionais do mercado, ajudando os alunos a abrirem os olhos para o potencial de suas ideias”.

Não somente a atitude de encorajar jovens estudantes a desenvolver ideias incríveis é algo significante, mas também o fato de haver jovens inventores e cientistas que estejam dispostos a ajudar a sociedade com descobertas sensacionais como esta. #Inovação #Curiosidades