Em um concurso sobre produtos naturais de mil e uma utilidades, certamente o gengibre seria um dos primeiros colocados, enfrentando alguns outros imbatíveis. Ele apresenta benefícios para solução de inúmeros problemas que podem afetar a saúde das pessoas. Você não precisa ir muito longe para comprar seu primeiro lote e iniciar com as experiências. No mercado municipal ele certamente é vendido, em sua forma natural. Nas farmácias fitoterápicas existem em diversos outros formatos. Eliza Biazzi, em seu livro - o maravilhoso poder das plantas, publicado em 2003 - dá um destaque especial para o gengibre, sendo aqui tratadas algumas de suas orientações sobre sua utilização.

Publicidade
Publicidade

Ele é tido como um alimento termogênico que favorece os sistemas digestivo, respiratório e circulatório. É um vegetal nativo da Ásia. É uma raiz tuberosa utilizada em culinária e na medicina. Quem faz que ele seja assim é uma substância denominada gingerol, substância dotada de propriedades oxidantes e anti-inflamatória. É ela a responsável pelo sabor picante do gengibre.

Antes de utilizar veja o que os fitoterapeutas consideram como benefícios que as pessoas podem obter com seu consumo:

Previne resfriados, o que agora no inverno representa uma boa proteção (coloque à vontade no quentão. Dizem que quentão sem gengibre é como amor sem beijo: não rima, mas tem o mesmo efeito;

Ele retira o mau-hálito (compre aqueles vidrinhos com o gengibre cortado em pedacinhos que permitem que você fique o dia inteiro pronto(a) para ação.

Publicidade

Ninguém sabe a hora certa na qual o amor chega;

Ele ajuda a emagrecer (pode acreditar, mas não quando utilizado isoladamente, use em temperos, em chás, no quentão e em outras combinações). Ele tem ação termogênica;

Enjoos vão embora;

Ele diminui a pressão arterial;

Ele é uma boa opção para quem tem flatulência, com ele os gases somem;

As celulites parecem desaparecer, ou sequer se instalarem, se você for jovem. Isto acontece porque ele atua como anti-inflamatório e deixa a pele lisinha.

Com todo estes benefícios procure comer fresco ou cru, ralado em um sucos, na salada como tempero, mas em pequenas quantidades diárias. Com 2 pedaços de 3 cm por dia. Se você ainda tem sua avó, o que é possível se ela consumia gengibre, pode procurar em sua farmácia caseira, que certamente irá encontrar alguns pedaços.

Cuidado se você observar que com seu consumo você teve azia, diarreia ou algum tipo de desconforto estomacal, nestes casos retire o vegetal de sua #Dieta. Ele não é recomendado para quem tem diabetes e toma remédios. O consumo pode produzir hipoglicemia. Aproveite todas estas vantagens e faça um bom chá, eles ajudam, são baratos e fáceis de fazer ou aproveite para um bom suco. #Dicas