O sul-africano que recebeu o primeiro pênis da história vai se tornar pai. O cirurgião responsável pela cirurgia disse a imprensa sul-africana, que "a recuperação foi algo que surpreendeu".

A namorada do rapaz de 21 anos, que não pode ser identificado, diz que está grávida de quatro meses, e que isso mostra que a operação realmente deu certo. O paciente que recebeu o pênis transplantado, foi vítima de uma circuncisão, que a maioria dos jovens sul-africanos sofrem ao nascer.

A operação do rapaz ocorreu no mês de dezembro do ano passado. Os cirurgiões da Universidade de Stellenbosch e do Hospital Tygerberg tiveram uma das mais longas operações já feitas pela universidade, demorando cerca de nove horas, para implantar o pênis doado.

Publicidade
Publicidade

O Dr. Van der Merwe diz que "está feliz e agradecido" quando ele soube, que a namorada do paciente estava grávida, e não tinha pedido por um teste de paternidade como não havia nenhuma razão para não acreditar no casal.

"Essa era nossa intenção, que ele possa ser capaz de ter ereção, urinar e fazer sexo, isso é um fato incrível, uma gravidez"; diz Dr Van der Merwe. O doutor ainda não tinha expectativa de que o paciente poderia ser infértil, como ele tinha alguns problemas com seus pênis, e não com os testículos. O Dr. Van der Merwe ainda citou que o time de cirurgiões está preparado para averiguar o sucesso da cirurgia, e que pode ainda fazer futuros transplantes em paciente mutilados.

O paciente tinha apenas 1cm do seu pênis original como resultado da mutilação causada pela circuncisão.

Publicidade

Ele estava com 18 anos e era sexualmente ativo na época. Quando os cirurgiões decidiram que iriam implantar um pênis doado, o time de cirurgiões decidiu usar técnicas que já haviam desenvolvido anteriormente, utilizada nos transplantes de rosto, isso significa que em ordem, conectaram vasos sanguíneos e nervos, um por um, cuidadosamente.

Já houve tentativas de fazer transplantes de pênis antes, incluindo uma na China, mas todos sem muito sucesso, fontes citam que a operação foi bem e teve sucesso, mas o pênis foi rejeitado pelo organismo e paciente.

Doutores dizem que a África do Sul tem algumas das maiores necessidades de transplantes de pênis mundo, pois centenas e até milhares de jovens morrem decorrentes das cerimônias de circuncisão. #Entretenimento #Inovação #Medicina