O chá de hibisco é produzido a partir do botão da flor, diferente daquela espécie comum de flor comumente encontrada em jardins. O chá é rico em antioxidantes, flavonoides e nutrientes que impedem a retenção de líquidos e o acúmulo de gorduras nos quadris e barriga. A adipogênese é reduzida pelas propriedades do hibisco, evitando o excesso de gordura corporal.

Estudos mostram que os flavonoides ainda protegem o coração e os vasos sanguíneos, aumentando o colesterol bom, diminuindo o ruim e normalizando a pressão arterial. Confira as porcentagens de alguns nutrientes importantes encontrados em apenas 200 ml de chá de hibisco e insira a bebida na #Dieta82% de vitamina C, 123% de ferro, 5% de vitamina A 213% de vitamina B1.

A vitamina B12 está presente em abundância no cálice do hibisco, auxiliando na saúde dos ossos, dos cabelos e da pele. O chá possui alta quantidade de ferro, auxiliando no transporte de oxigênio no organismo e prevenindo anemias, cansaço e enxaquecas. A vitamina A é antioxidante e promove a boa saúde da visão e da pele. Já a vitamina C é capaz de manter o organismo protegido contra doenças do coração, dos olhos e o envelhecimento precoce. 

Benefícios do chá de hibisco

Ação diurética
O chá evita a retenção de líquidos, melhorando a aparência das celulites e gordura localizada.

Equilíbrio do colesterol
O consumo do chá de hibisco auxilia na diminuição do LDL, o colesterol ruim, em até 8%. O chá também aumenta o HDL, o colesterol bom em até 16,7%.

Saúde do cérebro 
O chá possui altas quantidades de vitamina B1 e B2, ajudando na saúde dos neurônios - células importantes que constituem o cérebro.

Protege o coração
Uma pesquisa com 65 pacientes mostrou que o nível de pressão arterial foi reduzido durante o consumo do chá de hibisco. Os flavonoides são os responsáveis pela diminuição da enzima que causa o aumento da pressão arterial, prejudicando a saúde do coração.

O chá de hibisco pode ser consumido até duas vezes ao dia, 200 ml (um copo) frio ou quente.

Publicidade
Publicidade

#Dicas