Muitas pessoas deixam de lado os cuidados com os pés, o que é um grande erro.

Lembra-se daquele dia em que você acordou em uma madrugada fria? Puxou as cobertas até o queixo? Não conseguiu mais dormir? Era seu pé que doía. Como dizia sua vovó (cujo dia está perto) era uma dor doída. Se ela ainda está por aqui não vá esquecer os cumprimentos. Ela sempre lhe deu bons conselhos.

Você ficou um tempão ali e deu para pensar na vida. As comemorações do aniversário (seria de setenta anos) de Raul Seixas, fez lembrar de uma de suas músicas: Plunct Plact Zum / Não vai a lugar nenhum!!/ Plunct Plact Zum / Não vai a lugar nenhum!! Entre tantas divagações o seu dedão latejava.

Publicidade
Publicidade

Você teve que esperar a manhã chegar e o dia raiar e depois, mais algumas horas de sofrimento, até que seu salão predileto abrisse.

Mas toda aquela agonia deve ter tido um resultado positivo e a partir daquele dia deve ter cuidado mais dos seus pés. Para os homens, um instrumento para chutar bolas e namoradas indesejáveis, para as mulheres um dos principais itens que destacam a beleza feminina.

A profissão é reconhecida e entre suas atribuições estão as atividades de retirada de Calos, calosidades, espessamento da planta do pé, verrugas, unhas encravadas e micoses. É difícil encontrar alguma pessoa que nunca tenha tido algum destes problemas.

Apesar de não ser um médico este profissional é da área da saúde, sujeito a uma diversidade de normas e cuidados. Disfarçadamente olhe para a parede para ver o diploma, ou seja mais direto e pergunte: qual a sua formação? Não entregue seus pés a qualquer um.

Publicidade

Existe todo um caminho a percorrer para que a pessoa se torne um podólogo credenciado.

A profissão evoluiu e hoje em dia existem especializações em nível superior e que orientam a função do podólogo para o desenvolvimento de estudos e pesquisas, para descoberta de soluções para qualquer tipo de problema que os pés possam apresentar. A área se transforma em uma área altamente especializada no campo da saúde. Até o nome mudou: podologista ou podiatra. É assim que eles são chamados na atualidade. Os picaretas ainda existem, alguns até são bons na arte, mas evite, as consequências podem não ser tão agradáveis.

Há outros nomes: Calista; Quitacalos; Quirópodos; Pedicuro etc. Se você quiser aprender um pouco mais sobre o assunto existe uma associação a ABP - Associação Brasileira de podólogos, que além de congregar profissionais, desenvolver fiscalização na área. Existem diferenças "oficiais" entre estas nomenclaturas. Para o podólogo elas podem representar especializações, mas um pedicuro, não é um podólogo, ainda que seja recomendável que assim o fosse. Os cursos de graduação existem desde 2008 (graduação tecnológica em podologia). Para exercer a profissão é necessária a habilitação e o local deve ter alvará de funcionamento. Procure o local mais indicado, o profissional qualificado e nunca mais tenha dores em seus pés. #Medicina