Pesquisadores da Universidade de Ciências Médicas da cidade de Poznan, Polônia, anunciaram os resultados obtidos em uma pesquisa recente sobre os benefícios do uso do chá verde. Jaroslaw Walkoviak, cientista que lidera a pesquisa afirmou que dados mostram um efeito inibidor sobre a digestão dos carboidratos.

O cientista declara que os efeitos benéficos sobre a saúde que o chá verde pode trazer já são conhecidos há algum tempo. Entretanto, existem dados pouco conhecidos ainda sobre quais os efeitos que esta planta exerce sobre a saúde humana, declarou o pesquisador em entrevista à revista Scientific Reports, no mês passado.

Publicidade
Publicidade

O chá verde é extraído da planta Camelia Sinensis. Ele é obtido pela infusão das folhas deste planta.  A sua cor clara é devido a baixa oxidação que as mesmas sofrem durante o seu processamento. É diferente do chá preto, cuja origem é  mesma, porém, o processo de oxidação já está em curso, o que caracteriza a sua cor escura. A origem da planta ainda é bastante controversa. Alguns afirmam ser originária de alguns países asiáticos. Entretanto, o seu consumo já ocorre há milhares de anos pelos povos do oriente, sendo os seus efeitos positivos descritos pela literatura informal. Os dados científicos publicados relatam que esta planta possui uma alta quantidade de catecolaminas. Estas substâncias possuem propriedades antioxidantes intensas. Assim sendo, o seu uso é muito útil no combate aos radicais livres no organismo humano.

Publicidade

Algumas pesquisas afirmam a sua aplicação na prevenção dos casos de câncer, principalmente de próstata.

A pesquisa desenvolvida na universidade da Polônia utilizou voluntários que ingeriram biscoitos do tipo wafer e extrato do chá verde. A concentração de bebida utilizada no experimento equivaleu a beber vários copos ao dia, logo após os mesmos terem ingerido um cereal antes do almoço. Esta dose foi suficiente para inibir a digestão e absorção dos carboidratos, principalmente o amido contido nestes grupos de alimentos.

O amido é a fonte mais abundante, na natureza de carboidrato, que é utilizado para a produção de energia para manter o metabolismo corporal em funcionamento. A sua obtenção pode vir de fontes relativamente acessíveis economicamente e por isto é muito consumido pela população, principalmente, a de baixo poder aquisitivo. Eles está presente em vários tipos de alimentos, tais como pães, bolachas, macarrão, batata inglesa e doce e em grande quantidade nos alimentos industrializados.

Publicidade

A grande ingestão deste nutriente em vários tipos de alimentos, aliado a outros fatores tais como sedentarismo, acarretou a grande epidemia de casos de sobrepeso e obesidade no mundo atual.

As pesquisas do uso do chá verde ainda não foram concluídas e muitos estudos ainda precisam ser feitos para se avaliar a eficácia desta planta sobre a saúde humana. Espera-se determinar qual a quantidade ou concentração do extrato desta planta é suficiente para ter uma eficácia e efeito positivo no tratamento coadjuvante dos casos de obesidade e de outra doenças associada a ela. #Dieta #Alimentação Saudável