A rotina com um bebê recém-nascido pode dar total sentido ao ditado popular: "Ser Mãe é padecer no paraíso". Ter um bebezinho em casa é realmente delicioso, especial e um momento único na vida de toda mãe, mas pode vir acompanhado com muitas e muitas horas sem dormir ou poder fazer pequenas tarefas ou atividades com facilidade, já que o pequeno exigirá muita atenção e cuidados. Além disso, alguns bebês podem sofrer com fortes e constantes crises de cólicas.

Algumas dicas podem ajudá-los nesse momento, tornando-o mais fácil e, quem sabe, até mais raro.

1. Prepare-se e previna: Uma dica extremamente valiosa dada pelo pediatra Edison Soares, de São Paulo, é manter uma rotina procurando evitar as crises de cólica.

Publicidade
Publicidade

Já que, depois que ela começa, qualquer das sugestões/soluções levarão um certo tempo para começar a fazer algum efeito, e até que os sintomas da cólica comecem a melhorar, tanto a mãe quanto o bebê passarão por um momento difícil e agir (seja preparando a bolsa de água quente, ou qualquer outra coisa) enquanto o bebê chora desesperadamente pode ser muito complicado. Assim, entre algumas #Dicas comuns, seguem abaixo duas que devem ser adotadas como rotina.

2. Previna os Gases: Os gases são um dos grandes responsáveis pelas crises de cólicas. Se estiverem com o nariz obstruído, terão que respirar pela boca, o que poderá aumentar os gases e, consequentemente, as cólicas. Assim, a cada troca, lave o nariz do bebê com soro fisiológico*, algumas gotinhas ou uma "borrifada" em cada narina já é o suficiente.

Publicidade

O soro fisiológico desobstrui e hidrata as vias respiratórias, contribuindo, inclusive, para a prevenção de algumas doenças respiratórias. Outra prática importante na prevenção dos gases é colocar o bebê para arrotar após cada mamada, para expelir os gases ingeridos durante a amamentação.

*Muitos especialistas indicam essa prática para todos e para a vida toda.

3. Massagem e Exercícios: Antes de iniciar cada troca de fraldas, deixando apenas a barriguinha a mostra, massageie em movimentos circulares no sentido horário. Aqueça as mãos, esfregando uma na outra com um pouco de óleo de bebê. Depois, faça o seguinte exercício: coloque o bebê deitado e dobre lentamente os joelhos dele de modo que as coxas pressionem de leve a barriga. Em seguida, estenda as pernas e recomece, como se ele estivesse pedalando. Faça isso por quatro ou cinco vezes e pronto. Lembre-se: o movimento pode ser feito várias vezes ao dia. 

4. Cuide da alimentação da Mãe: Apesar de não haver pesquisas conclusivas sobre o assunto, especialistas indicam que a mãe que está amamentando deve tomar alguns cuidados, evitando refrigerantes, bebidas alcoólicas e produtos industrializados.

Publicidade

De qualquer forma, a jornada da mamãe será intensa e exaustiva e estar bem alimentada fará grande diferença no seu dia a dia com o bebê.

5. Compressas: Apesar de seguir a risca as dicas acima, o bebê pode apresentar episódios de cólicas, e, nessa hora, você poderá fazer compressa quente, esteja preparada. Compre uma bolsa térmica de gel que possa ser aquecida no microondas, leia as instruções com antecedência e a guarde em um lugar de fácil acesso. Após aquecida, enrole-a em uma fralda de pano e coloque sobre a barriguinha do bebê. Observe se a temperatura está adequada para não queimar a pele delicada do bebê.

6. Em último caso Medique: Se após todos os cuidados possíveis e indicações o bebê continuar tendo crises agudas de cólica, medique conforme orientação dada pelo pediatra (anote em sua caderneta para pedir orientações indicações sobre medicamentos para esse momento durante a primeira consulta com o bebê).

Reforçando: prepare-se e previna-se. Assim, esses momentos serão cada vez mais raros e mais fáceis. #Família #Maternidade