Os cientistas da NASA, revelaram nessa segunda-feira (28) que a água flui de forma intermitente na superfície de Marte, uma descoberta que pode ter pistas na busca de vida passada ou presente no planeta.

A agência convocou uma entrevista coletiva para segunda-feira para discutir o que chamou de uma grande descoberta científica. Enquanto isso,  parece que o tema será que os novos resultados de análise de imagens da sonda Mars Reconnaissance Orbiter, confirmam que a água salgada que flui para baixo nas encostas marcianas é responsável por faixas escuras vistas em manchas na superfície do planeta.

Três dos co-autores da pesquisa estão escalados para falar na conferência de imprensa da NASA

Os pesquisadores sabem há muitos anos que Marte tem água congelada nos pólos, em sua fina atmosfera, e mais recentemente, em pequenas poças que parecem se formar durante a noite na superfície.

Publicidade
Publicidade

Mas a descoberta de água que flui em rios na superfície árida de Marte poderá anunciar um avanço na busca de vida por lá, no passado ou no presente. O anúncio dessa segunda-feira está ligado ao lançamento da última sonda espacial, sobre a qual os investigadores da NASA dizem que análises de imagens a partir do Mars Reconnaissance Orbiter mostra que estrias escuras sazonais na superfície marciana, são o resultado de água salgada que flui periodicamente em toda a superfície do planeta . O teor de sal da água é importante porque sem ela, a água iria congelar em Marte a temperaturas muitas vezes abaixo de zero graus.  

Os relatórios da descoberta ainda não oferecem uma explicação sobre de onde a água pode estar vindo, mas sugere várias possibilidades: pode ser o derretimento de gelo no subsolo ou que poderia resultar de sais no solo marciano, que absorvem a água da fina atmosfera marciana do planeta ou, eventualmente, o líquido é borbulhado de um aquífero, dizem os pesquisadores. Em abril, o cientista McEwen anunciou uma pesquisa mostrando que os sais no solo marciano têm a capacidade de absorver água suficiente do ar para formar pequenas poças durante a noite.

Publicidade

E em março, a Nasa afirmou que em Marte pode ter existido um mar semelhante ao Oceano Atlântico na Terra, mas cerca de 87% da água foi evaporada e perdida no espaço, disseram os pesquisadores .  #Inovação #Curiosidades #EUA