Rachel Franklin, moradora de Orange County, no estado da Califórnia, passou recentemente por momentos de grande aflição. Seu filho, Paul Franklin, começou a apresentar um inchaço muito grande no joelho, de forma repentina. E curiosamente, a causa era um caracol marinho, que estava se desenvolvendo sob o tecido do joelho do garoto.

Segundo o Daily Mail, ao notar a anomalia, Rachel levou o filho para um hospital. Lá, um médico a informou que uma infecção era o fator que estava causando o abcesso. Receitou antibióticos e recomendou que o ferimento não fosse drenado. Porém, mesmo com o uso correto dos remédios, a infecção não cedia.

Publicidade
Publicidade

O joelho de Paul estava cada vez maior, havia adquirido uma coloração escura, além das secreções que passaram a escorrer do inchaço. Em desespero, a mãe, por instinto, resolveu desobedecer o médico e espremer o abcesso. Durante a drenagem, Rachel notou um pequeno objeto preto, alojado no interior do ferimento.

De início, ela achou que se tratava de um fragmento de pedra. Mas, após o objeto estranho ser retirado do joelho do garoto, constatou-se que, curiosamente, se tratava de um caracol. O molusco que estava se desenvolvendo sob o tecido subcutâneo do joelho de Paul, pertence à espécie Sculatta Littorina, um molusco marinho capaz de sobreviver em ambientes com temperaturas diversas. Tão resistente que conseguiu sobreviver fora do seu habitat natural. 

Segundo biólogos, o tecido subcutâneo do corpo humano possui características similares ao ambiente em que o molusco se desenvolve.

Publicidade

Por isso o caracol continuava a crescer, mesmo estando em um lugar adverso.

O pai de Paul, Ken Franklin, acredita ter descoberto como o molusco marinho teria ido parar dentro do joelho de seu filho. Segundo ele, o garoto  caiu sobre um ninho com ovos de caracol, durante um passeio a uma praia na Califórnia. Uma explicação bem plausível para o deslocamento do molusco.

Após a retirada do intruso, Paul foi novamente levado a um hospital. Desse vez, os remédios fizeram efeito e o joelho do menino recuperou da lesão.  #Medicina