Homem passa um mês sem álcool e açúcar e mostra o que acontece com seu corpo. O holandês, de 22 anos, Sacha Harland, durante um mês, por meio de um experimento, se privou de consumir comida processada "fast food", álcool e açúcar.

Segundo relatos do próprio Sacha, os primeiros dias se mostraram bem desafiadores e desconfortáveis, diante da nova rotina alimentar, se sentindo mau humorado, com sintomas de fadiga e até mesmo um certo período de crise de abstinência. Todo o período da nova dieta alimentar do holandês, e suas eventuais consequências,  foram registrados em um documentário de uma produtora da Holanda chamado "Guy gives up added sugar and alcohol for one month".

Publicidade
Publicidade

Com tradução livre para o idioma português, poderia ser interpretado como "Um cara abre mão de açúcar e álcool por um mês".

No documentário, é perceptível que o homem sente fome o tempo todo, apresentando baixo nível de energia durante a primeira semana, consumindo essencialmente frutas, verduras, além de sucos "in natura". Numa das cenas, Sacha está numa sala de cinema e não encontra nada disponível para consumir que possa não ter adição de álcool ou açúcar em sua composição, se contentando, então, apenas com uma garrafa de água.

As alternativas foram limitadas, durante quase todo tempo ao longo do documentário, por conta de que, apesar de alguns alimentos considerados com aparência inofensiva para o êxito do experimento, ainda assim, possuem sacarose. Com a formação de um novo hábito ao ler as etiquetas dos produtos, ele foi se disciplinando ao que deveria ou não ingerir, conta Harland em entrevista concedida à BBC Mundo.

Publicidade

Mostrando que no período corrido de 25 dias, o mesmo Harland já estaria colhendo benefícios desses novos hábitos alimentares, como a perda de 4kg, redução de seu colesterol (8%), bem como a pressão arterial ter níveis mais baixos agora com a nova rotina alimentar, certificados por uma médica perita em esporte, confirmando as alterações físicas percebidas no corpo do holandês.

A recomendação para o ser humano adulto é de que consuma 2000 calorias diárias, segundo a OMS (#Organização Mundial de Saúde). #Blasting News Brasil #Alimentação Saudável