Você já deve ter ouvido falar dessas doenças: hepatite, HIV, micoses, entre outras. Diariamente, nos salões de beleza, temos contato com várias pessoas, as quais na maior parte das vezes nem imaginam que estejam portando alguma dessas doenças. A hepatite tem dados alarmantes: 400 milhões de pessoas infectadas em todo o mundo, 4 mil mortes por dia e 80% das mortes por câncer de fígado são provenientes da hepatite.

Dito isso, é necessário cada vez mais nos prevenirmos para que com medidas simples possamos declinar este números. Para tanto, é necessário dar atenção aos procedimentos de biossegurança nos salões, abaixo seguem algumas medidas:

  • Manicures, pedicures e podólogos devem sempre lavar as mãos antes e depois de cada atendimento, utilizar luvas descartáveis a cada cliente, utilizar máscaras também descartáveis.
  • Efetuar a devida higienização e esterilização dos materiais perfuro cortantes em autoclaves.
  • Utilizar toalhas individuais, uma para cada cliente, mesmo que este faça mais de um procedimento, elas devem estar lacradas e deverão ser abertas na frente do cliente.
  • Orientar os clientes a utilizarem seus próprios kits de manicure( alicates, lixas, palitos e até esmaltes).
  • Na depilação, utilizar apenas materiais descartáveis inclusive a cera utilizada.
  • Manter o ambiente sempre limpo e organizado.

Tomando essas medidas profissionais e clientes contribuem para que os números mencionados acima declinem. É de suma importância que todos tenham conhecimento dessas informações para que sejam disseminadas formas de prevenção relevantes para a solução desse problema oculto, porém muito presente nas nossas vidas.

Publicidade
Publicidade

Muitos podem pensar que, analisando pela aparência de uma pessoa, podemos crer que ela não tenha alguma #Doença. Todavia, não há como diagnosticar apenas olhando para alguém. Conforme dito antes, muitos nem sabem que possuem a doença, pois muitas vezes os sintomas só aparecem quando a doença esta em estágio avançado.

Para mais informações navegue pelo site da Anvisa e veja as indicações sobre o combate a essas doenças. #Tratamento #Organização Mundial de Saúde