Dezenas de dietas são tão restritivas que fazem mal à saúde e nunca devem ser seguidas. Já outras são equilibradas e duram poucos dias, mesmo assim há quem encontre dificuldade em seguir. E se existisse uma #Dieta que deve ser seguida apenas durante alguns dias da semana? Essa é a ideia central da Fast Diet, ou Dieta Rápida, criada por Mimi Spencer e Michael Mosley e descrita em livro de mesmo nome.

Nesta dieta, deve-se seguir uma alimentação equilibrada durante quase toda a semana, com exceção de dois dias. Nestes dois dias, a quantidade de calorias deve ser reduzida. É importante que a dieta não seja seguida por dois dias consecutivos.

Publicidade
Publicidade

Durante eles, homens devem ingerir apenas 600 calorias e mulheres, apenas 500. Esse número é apenas 25% da quantidade de calorias que devemos consumir no restante da semana.

Com uma quantidade tão reduzida nos dois dias da Dieta Rápida, é natural que a atenção deva ser redobrada para a escolha dos alimentos. Alimentos como leguminosas, frango (sem a pele) e nozes sempre devem fazer parte dos dois dias de dieta. Os autores do livro garantem que ela engana o corpo e deixa o nosso metabolismo mais rápido, queimando mais gordura com rapidez. E ela também reduz a chance de aparecimento de doenças crônicas.

Como qualquer outra dieta séria, essa não prega o "milagre" de emagrecer com o mínimo de esforço. Uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes deve ser seguida nos outros cinco dias da semana.

Publicidade

Não adianta passar fome durante os dois dias e nos demais cinco dias se alimentar com frituras e muita gordura. A alimentação deve ser saudável todos os dias, e bem restritiva e "mais difícil" nos dois dias escolhidos para seguir a prática.

Além disso, como a maioria das dietas, também é necessário fazer exercícios físicos. Mas nada de algo muito intenso nos dois dias de dieta, claro. Durante esses dois dias restritivos, o recomendado é fazer apenas leves e rápidas caminhadas, de no máximo 30 minutos. Nos demais dias, é possível fazer exercícios mais intensos. #Alimentação Saudável