Será o açafrão-da-terra uma manifestação botânica da compaixão divina? Talvez, pois são poucas as plantas que foram reverenciados tanto por parte da comunidade religiosa quanto científica. Você pode achar uma esquisitice cultural ou considerar fruto da imaginação dos antigos índios, mas eles consideravam a cúrcuma como a essência física da Grande Mãe, uma forma de materialização botânica da cura e da compaixão divina.

Acontece que agora também a ciência moderna vem confirmar que esta especiaria tem propriedades terapêuticas relevantes, com mais de 600 benefícios diferentes para a saúde e prevenção de muitas doenças. Alguns dos exemplos mais surpreendentes são capacidades como a de reverter os aspectos da demência (doença de Alzheimer), substituir o Prozac, prevenir o diabetes tipo 2, produzir benefícios cardiovasculares tão significativos quanto os do exercícios físico, incluindo a recuperação pós-ponte de safena, curar o fígado lesionado pelo #Diabetes, auxiliar no combate ao câncer maligno no pâncreas, ter efeito analgésico em casos de osteoartrite e artrite reumatoide e fazer parte da composição de pelo menos mais uma dúzia de produtos farmacêuticos.

Publicidade
Publicidade

Embora estes exemplos não sejam a prova da benevolência "divina" como pretendiam os índios, eles certamente levantam algumas questões interessantes, tanto quanto outras substâncias, como o cominho, que também é utilizado como medicamento. Essas plantas melhoram profundamente o condicionamento físico e mental demonstrando assim sua eficácia. Os princípios ativos do açafrão responsáveis por essas maravilhas são o polifenol e a curcumina. 

O conteúdo oficial, falando a respeito do assunto, está disponível para visualização e consulta no banco de dados da Biblioteca Nacional de Referência Bibliográfica de Medicina dos Estados Unidos (conhecida como MEDLINE) e também são pesquisáveis através de mecanismos como o Pubmed.gov, outro conceituado acervo virtual e bibliográfico na área de medicina deste país.

Publicidade

É impressionante o quanto esta especiaria é poderosamente eficaz para enfrentar tão ampla gama de doenças e / ou sintomas de doenças que comumente afligem nossa sociedade.

Algumas novas descobertas surgiram durante a revisão global dos estudos sobre a cúrcuma, e acrescentou-se que ela pode beneficamente modular mais de 175 ações fisiológicas diferentes, muitas das quais operam sobre caminhos farmacológicos tradicionais, por exemplo, a interleucina-6 Como desacelerador e regulador da apoptose (uma espécie de "morte celular programada), inibidor da ciclooxigenase, responsável pela formação de importantes mediadores biológicos chamados prostanóides, incluindo prostaglandinas, prostaciclina e tromboxano. A inibição farmacológica da ciclooxigenase pode causar alívio aos sintomas da inflamação e da dor.

Pelo ponto de vista farmacológico, o açafrão da terra é uma droga com mais de 10 ações terapêuticas simultâneas, e sem a vasta gama de efeitos colaterais não intencionais adversos, comumente associados com aos produtos químicos patenteáveis.

Publicidade

Há uma convenção ética mundial que proíbe a patente e a cobrança de royalties de produtos encontrados naturalmente na natureza, por isso você não verá na grande mídia ou em outdoors de sua cidade anúncios com os benefícios do açafrão-da-terra, mas se o açafrão pudesse ser patenteado iria gerar mais receita do que todas as drogas de sucesso no mercado juntas. Em vez disso, infelizmente, a maioria dos produtos farmacêuticos, que tem dezenas de efeitos colaterais e causam muito mais destruição do que os benefícios das supostas propriedades terapêuticas prometidas. #Tratamento #Alimentação Saudável