As dietas milagrosas podem causar muitos problemas à saúde. As famosas dietas que restringem grupos alimentares ou pedem muitas horas em jejum são problemáticas. Não adianta, a "fórmula mágica" para emagrecer e ter mais saúde é se alimentar bem, de maneira consistente, e fazer exercícios. 

Confira abaixo oito sinais que indicam que você está errando em sua #Dieta.

Não consumir um grupo de nutrientes

Excluir qualquer grupo alimentar faz mal à saúde. E as consequências podem ser físicas ou mentais. O carboidrato, comumente eliminado de dietas, é nossa fonte de energia. Sem ele, podemos sentir tontura, fadiga e cansaço. Já os lipídeos, que são gorduras monoinsaturadas, são igualmente importantes, pois são fontes de vitaminas e antioxidantes.

Publicidade
Publicidade

Jejum prolongado

Algumas dietas também pedem jejum prolongado. O ideal, porém, é comer a cada 3 horas, com intervalos de 4 horas, no máximo. Jejum prolongado gera diversos problemas, como perda de músculo, mau hálito, anemia, produção de cortisol e até desenvolvimento de diabetes tipo 2. Para completar, jejum prolongado também gera ganho de peso.

Dieta líquida

Dietas baseadas em suco, sopa ou shake também não é recomendada. A falta de fibra desequilibra nossa flora intestinal e a fibra também dá sensação de saciedade. Sem a mastigação, perdemos esse processo e acabamos com mais fome. Falta de energia, cansaço e tontura também são problemas.

Perder peso rápido

Perder peso com muita rapidez significa nada além de que há uma grande restrição calórica, que esbarra no problema da falta denutrientes.

Publicidade

O ideal é perder de 500 g a 1,5 kg a cada semana. Rápida perda de peso causa flacidez, anemia, queda de cabelo e altera a libido.

Poucas calorias

Ingerir poucas calorias por dia não reeduca a alimentação de ninguém. Ao acabar a dieta, os velhos hábitos voltam, assim como os pesos perdidos, entrando naquele famosos efeito sanfona. E quanto menos caloria consumir, mais seu organismo irá se proteger, queimando caloria mais lentamente.

Efeito sanfona

Emagrecer e depois recuperar o peso é uma das coisas mais triste que pode acontecer com alguém que seguiu uma dieta. E isso significa apenas que a perda de peso não foi saudável. Geralmente, isso acontece quando a perda de peso é rápida. O efeito sanfona também faz mal à saúde, podendo piorar o quadro de diabetes ou desenvolver em quem não tem. Também pode aumentar o nível de colesterol ruim e gordura no fígado.

Fórmulas perigosas

Cuidado com os inibidores de apetite! Antes de utilizar qualquer um deles, é extremamente importante visitar um médico e fazer exames.

Publicidade

Eles podem causar efeitos colaterais sérios no corpo e só devem ser usados em casos específicos, alterando a frequência cardíaca, aumentando pressão arterial e até causando depressão e tremores.

Relação com o corpo

Também é comum conseguir o peso desejado mas ainda se ver acima do peso. Esse problema geralmente acontece porque a alimentação foi alterada sem orientação correta e acontece principalmente entre quem restringiu carboidrato. Eles são responsáveis por absorver o triptofano, que é precursor da serotonina e baixa os níveis de estresse, aumentando o bem-estar. Em depressão, acabamos tendo uma imagem irreal e pessimista do nosso corpo.

Por isso, não esqueça: sempre siga uma dieta equilibrada e rica em todos os nutrientes para emagrecer de maneira duradoura! #Alimentação Saudável