Todas as pessoas sonham enquanto dormem, isso é uma afirmação confirmada pela ciência, mas o que a ciência, até os dias de hoje, ainda não soube explicar com precisão, é qual seria o real motivo pelo qual sonhamos.

Quais seriam os fatores que levam o cérebro reproduzir sonhos absurdos, sonhos românticos ou sonhos que nos fazem reencontrar pessoas já falecidas.

Mas afinal de contas, porque as pessoas sonham? Leia algumas hipóteses pelas quais a ciência tenta explicar os motivos que nos levam a sonhar.

Sonhar é uma forma de se autoconhecer

De acordo com estudos feitos por neurocientistas, psicólogos e psicanalistas renomados, o ato de sonhar é uma forma desenvolvida pelo nosso cérebro de gerar autoconhecimento.

Publicidade
Publicidade

O livro base para esses estudos, ainda é o do genial Sigmund Freud “A Interpretação dos Sonhos”, publicado em 1900. Segundo Freud, o pai da psicanálise, sonhar nada mais é que uma linguagem simbólica pela qual o cérebro, através do nosso inconsciente, nos revela fantasmas do nosso comportamento psíquico, ou seja, nos revela desejos escondidos que refutamos, conflitos e preconceitos pelos quais, e muitas vezes, não queremos aceitar, mas o nosso cérebro quer nos fazer aceitar, como se fossem fantasmas psíquicos pelos quais jamais iremos nos livrar.  

Sonhar é uma manutenção da memória

Outra teoria é que os sonhos servem para manter nossa memória recente guardada em algum lugar. Uma forma de organizar e arquivar acontecimentos do nosso dia a dia.

Muitas vezes nos lembramos de fatos muito antigos, por causa dos sonhos que tivemos, que inconscientemente, fizeram com que aqueles fatos ficassem registrados, ou seja, “alimentamos nosso cérebro” de fatos do dia a dia e os sonhos “digerem” os fatos na nossa memória.

Publicidade

Sonhar é uma forma inconsciente de resolver problemas

Muitos estudos científicos analisam os sonhos como uma forma inconsciente de resolver pendências do nosso dia a dia. Você já reparou que quando ficamos muito preocupados com alguma coisa, algum fato que irá acontecer ou que já aconteceu, acabamos sonhando com este problema. Então segundo essa teoria, os sonhos seriam simplesmente uma forma, ou um organismo de defesa utilizado pelo nosso cérebro para fazermos a resolução de problemas.

O fato é que com explicação ou não, os sonhos sempre farão parte de nossas vidas, muitos serão marcantes, emocionantes e inesquecíveis, com atitudes ou fatos que desejamos muito que se tornem realidade, outros também serão inesquecíveis mas com acontecimentos que não desejamos que aconteçam. O que resta a nós, é apenas aceitar, pois a ciência ainda não inventou um medicamento que faça com os sonhos desapareçam e que deixemos de sonhar de uma só vez. #Medicina #sistema de saúde