Todos nós já ouvimos que mel e limão podem ajudar a amenizar a tosse. Agora, no entanto, um dos principais especialistas em #Medicina respiratória e tosse acredita que o chocolate é ainda melhor. Professor Alyn Morice, chefe dos estudos cardiovasculares e respiratórios na Universidade de Hull, Inglaterra, e membro fundador da Sociedade Internacional para o Estudo da Tosse, afirma que há uma pesquisa para provar isso.

Os resultados do maior estudo real de um medicamento isento de prescrição para tosse já feito na Europa provam que cacau é melhor que um xarope para tosse. Essa comparação mostrou que pacientes que tomam remédios à base de chocolate tiveram uma melhora significante dos sintomas em dois dias.

Publicidade
Publicidade

ROCOCO, como foi chamado, foi um estudo bem planejado, um teste aleatório controlado envolvendo 163 pacientes, e os resultados serão publicados em um jornal nos próximos doze meses.

Esta não é a primeira vez que pesquisas mostram que chocolate pode ser eficiente para a tosse. Pesquisadores do Colégio Imperial, Londres, descobriram que teobromina, um alcaloide encontrado no cacau, é mais eficiente em suprimir a vontade de tossir que a codeína – um ingrediente já estabelecido em medicamentos para tosse. Este novo medicamento em teste, já licenciado sob a marca Unicough, mostrou-se capaz de reduzir a frequência da tosse e perturbação do sono dentro de dois dias. A ideia de que o chocolate poderia curar uma tosse pode parecer um pouco estranha, mas os pesquisadores de ROCOCO acreditam que os benefícios são principalmente devido às propriedades emolientes do cacau.

Publicidade

Isso significa que ele é mais pegajoso e mais viscoso que remédios tradicionais para tosse, de modo que forma uma camada que protege as terminações nervosas na garganta que desencadeiam a vontade de tossir. O efeito emoliente explica o porquê de mel e limão e outros xaropes açucarados ajudarem, porém, segundo Morice, talvez haja algo mais com o chocolate, uma atividade farmacológica, algum tipo de efeito inibidor sobre as terminações nervosas.

Tomar chocolate quente não surtirá o mesmo efeito, visto que o cacau não estará em contato com a garganta durante tempo suficiente para formar uma camada protetora. “Chupar lentamente um pedaço de chocolate pode proporcionar algum alívio, mas penso que é a forma como os compostos do chocolate trabalham com outros ingredientes no xarope que o torna tão eficaz”, disse Morice. 

Além do cacau em si, o efeito emoliente garante os outros ingredientes que acalmam a tosse - difenidramina, levomentol e cloreto de amônio – estejam em contato com terminações nervosas sensibilizadas por maior tempo possível. #Curiosidades