O cérebro libera as toxinas associadas ao Alzheimer durante o período de sono, mas e se as 8 horas recomendadas de descanso por dia não forem acatadas? Saiba que uma pesquisa norte-americana revelou que dormir pouco pode aumentar os riscos de desenvolvimento da doença.

Já era fato que poucas horas de descanso causavam falhas na memória, além de outros problemas, e com a descoberta fica claro que a relação do Alzheimer e o sono vai muito além.

Alguns testes foram realizados com animais e mostraram que os períodos de sono perdidos levam à uma destruição de algumas zonas do cérebro.  

O diretor do Centro de Pesquisa Avançado da Universidade de Saúde e Ciência de Portland, Bill Rooney, disse que para prevenir é preciso regular os exercícios físicos. 

Um outro estudo, feito em dezembro de 2015, pela Universidade de Stanford, concluiu algo semelhante.

Publicidade
Publicidade

Com este, os pesquisadores descobriram que quando as células do cérebro morrem pelo mau funcionamento da micróglia - célula responsável por limpar as toxinas - o Alzheimer se desenvolve.

Veja alguns problemas causados para quem dorme pouco, regularmente:

Diversos sistemas do corpo são afetados pelo sono inadequado: coração, pulmões, rins, apetite, metabolismo, função imunológica, sensibilidade à dor, humor e função cerebral.

Quando dormimos mal, o cérebro é o primeiro a ser afetado. O sistema nervoso fica 'atrapalhado' e isto desencadeia em uma série de outros problemas, como a falha na memória.

Segundo Sérgio Tufik, do Instituto de Sono da Unifesp, o sistema imunológico também é afetado. "Diminui a defesa do nosso organismo, de tal maneira, que se você está num ambiente onde tem um monte de gente com resfriado, mas você está dormindo bem, você está resistindo.

Publicidade

Uma noite mal dormida você pega o resfriado”, disse ele. 

Realizar atividade física, repor o sono atrasado no fim de semana e cochilar ao menos 30 minutos por dia, pode ajudar na reposição da fisiologia afetada pela noite mal dormida.

E não é só isso, as poucas horas de sono aumentam os níveis de cortisol, hormônio do estresse, podendo causar também ansiedade e aumento de peso.

Para você que costuma descansar pouco, tente dormir mais porque isso pode 'encurtar' sua vida. #Curiosidades #Comportamento