Quando o doutor norte-americano, especializado em neurocirurgia, Alexander Eben, acordou de um coma profundo de sete dias (ele foi diagnosticado com morte cerebral devido a um raro tipo de meningite), surpreendeu a equipe médica, que discutia a questão ética para desligar os aparelhos de suporte à sua vida.

Segundo relatos dos médicos que acompanhava Alexander no #Hospital, ele veio com uma história estranha, que deixou atônitos todos os seus colegas, uma vez que Alexander Eben era um homem conhecido pelos seus conceitos científicos rígidos - alegando sempre existir uma explicação lógica para os relatos dos pacientes, que voltavam do coma com histórias de jornadas fora do corpo para lugares desconhecidos.

Publicidade
Publicidade

Nestes sete dias em que esteve cerebralmente morto, o neurocirurgião contou que viajara por um território inexplorado – o que chamou de vida depois da morte, que o motivou a escrever o best-seller  "Uma Prova do Céu”.

O relato de um ateu convicto

Cético que nunca escondeu sua duvida quanto à existência de Deus – ele descreveu em seu livro que "em determinado momento se viu assustadoramente vivo em meio a uma escuridão lamacenta e sem saber que caminho seguir". Em seguida, chegou a "um lugar paradisíaco, tranquilo e prazível com vales extensos e verdejantes que se estendiam até perder de vista, repleto de flores, pássaros e borboletas".

Ainda sem saber o que estava acontecendo, ele relata que "recebeu a visita de um ser extremamente lindo e angelical, com aparecia feminina, trajando uma roupa de seda branca e com asas", lhe dizendo: "você vai ser amado para sempre, não há nada a temer, nós vamos cuidar de você".

Publicidade

A partir disso, ele afirma que passou a acreditar que "morte é uma transição, não o fim de tudo", resume Alexander. Ainda segundo o próprio médico, esta experiência serviu para lhe mostrar que a consciência existe e permanece além do corpo, e ela é muito mais rica fora dele. “Isso pode significar que a nossa alma, nosso espírito, seria eterno”, concluiu o neurocirurgião. #Curiosidades #Doença