O poder de inventar algo que ajude a humanidade é algo divino e receptivo. Na área medicinal há varias descobertas que levam tempo para serem aprovadas, anos em pesquisas laboratoriais, testes e mais testes para a conclusão de um bom resultado. Uma das descobertas extraordinárias é sobre o tratamento das hemorragias.

Tratamento da hemorragia

Quando uma pessoa sofre de hemorragia é muito difícil impedir que o sangue pare de se perder corpo a fora, o estancamento geralmente é feito com a pressão das mãos ou dedos na área ferida através de um curativo que envolve tecido leve como pedaço de pano limpo ou gaze, isto em casos de primeiros socorros mas sempre o sangue tende a sair e este processo só diminui a hemorragia.

Publicidade
Publicidade

O salvador

Joe Landolina é um jovem rapaz que inventou um gel capaz de estancar a hemorragia em cerca de 12 segundos. O jovem tinha apenas 17 anos quando descobriu este feito e agora com 22 anos, é CEO  da empresa que ele fundou com a pretensão de comercializar o produto milagroso, que é uma substância gelatinosa.

Em um laboratório não profissional, Joe inventou o gel que é feito de polimetros à base de algas marinhas. Isso aconteceu enquanto estava no ensino médio, na faculdade ele aprimorou o produto e ao participar de uma competição de negócios feita na instituição ele conseguiu passar à frente de alguns alunos já formados ganhando assim o segundo lugar.

A Suneris, empresa fundada pelo jovem empreendedor produzirá o produto a fim de entrar no mercado da #Medicina veterinária. A magia de seu funcionamento se dá nas funções dos polímetros que ao serem injetados na região da hemorragia eles se agrupam como formigas no açúcar formando uma camada colante, que impede do sangue sair e auxilia na produção natural da fibrina do corpo e então, desta forma, a recuperação torna se acelerada, o que permite a remoção do produto em minutos após sua aplicação.

Publicidade

Ainda não foi confirmado o uso do gel em humanos, esse processo encontra-se em análise dos órgãos competentes.  Joe acredita que levará cerca de um ano para ser aprovado e mesmo assim quando estiver pronto será primeiramente usado na área militar e em atendimento emergencial. #Inovação #Animais