Brasil fechou 2015 com 81 mil novos tratamentos contra o HIV e a AIDS. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, esse número representa um aumento de 13% em relação à 2014.

Também chama a atenção a comparação da quantidade de pessoas que faziam uso de antirretrovirais em 2009 e em 2015: um salto de 231 mil brasileiros para 455 mil, respectivamente. Alta de 97% em seis anos.

Dentre os pacientes em tratamento há pelo menos 6 meses, a carga viral foi considerada indetectável em 91% dos casos, ou seja, os medicamentos fizeram efeito e essas pessoas já não passam o vírus adiante.

Fábio Mesquita, diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, considerou os números positivos.

Publicidade
Publicidade

“O número de pessoas em tratamento representa um recorde histórico. Nunca tanta gente começou a se tratar em um só ano. Isso significa que a campanha realizada pelo Ministério da Saúde no último ano, a #PartiuTeste, funcionou, assim como a campanha do Dia Mundial e as ações que desenvolvemos no âmbito do Programa Nacional de DST, Aids e Hepatite Virais", afirmou Mesquita.

Campanha de Carnaval

Foram investidos R$ 14 milhões na campanha de carnaval desse ano, que será veiculada entre os dias 27 deste mês até 06 de fevereiro. O slogan escolhido foi 'Deixe a camisinha entrar na festa' e a intenção é reforçar a importância do uso de preservativos.

Serão distribuídas 5 milhões de camisinhas em ações especiais nos blocos em cidades como Rio de Janeiro, Recife, São Paulo, Salvador, Olinda (PE) e Ouro Preto (MG).

Publicidade

Profilaxia pós-exposição

Conhecida como PEP, a profilaxia pós-exposição é um procedimento que evita a proliferação do HIV se o medicamento for tomado até 72 horas após a exposição ao vírus.

site do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais disponibiliza a partir desta quinta-feira (28) a relação das 515 unidades de saúde que oferecem esse tipo de atendimento.

Em 2015 foram ofertados 42,3 mil tratamentos para PEP em todo o país, um crescimento de 48,7% em relação ao ano de 2014 quando 28,4 mil pessoas foram atendidas. #Doença