A máquina mais perfeita que existe no mundo é sem sombra de dúvida o corpo humano. A complexidade dos órgãos é surpreendente; todos funcionam perfeitamente e numa intensa sincronia, porém alguns componentes dessa complexa máquina não são tão essenciais para o seu perfeito funcionamento.

Veja uma lista de sete órgãos que não são tão necessários para sobrevivência do corpo humano:

Amígdalas

As amígdalas podem ser retiradas tranquilamente do nosso corpo. Sua função é de apenas proteger as vias respiratórias de uma eventual invasão bacteriana; até os três anos de idade elas são fundamentais, por causa da baixa imunidade do corpo.

Publicidade
Publicidade

Com o passar dos anos as amígdalas se tornam inúteis e muitas vezes são retiradas do corpo por orientação médica por causa de problemas de infecção de garganta.

Apêndice

O apêndice talvez seja o órgão mais inútil do ser humano. Até hoje, a sua função no corpo é pouco conhecida. Segundo estudos científicos, o desenvolvimento desse órgão se deu na pré-história onde o homem precisava digerir alimentos de alta dureza.

Alguns cientistas afirmam que com o passar dos anos o apêndice deverá desaparecer; esse órgão também pode ser retirado do corpo sem causar nenhum dano à saúde. Pelo contrário, em caso de apendicite, doença que consiste na inflamação deste órgão, sua retirada é fundamental.

Glândulas da Tireóide

É um órgão que também pode ser retirado do corpo. Contudo, sem a sua presença no corpo humano, há um desequilíbrio no sistema imunológico fazendo com que o organismo fique mais propenso a desenvolver infecções.

Publicidade

É possível viver sem as glândulas da tireóide, porém é necessário fazer um tratamento hormonal.

Cérebro

O cérebro, por incrível que pareça, também é um órgão que não é tão essencial a vida. Mas logicamente que ele não pode ser retirado em sua totalidade do corpo humano, mas algumas partes podem ser retiradas.

Em alguns casos cirúrgicos é retirada metade do cérebro por causa de problemas sem tratamento, sendo que os pacientes vivem com algumas sequelas.

Rim

Como todos sabemos, o corpo humano contém dois rins; então, se um deles for retirado, o outro rim que ficou dá conta do recado e a pessoa vive tranquilamente.

A função dos rins é de filtrar os fluídos corporais, um rim só é capaz de fazer essa filtragem e enviar as sobras de fluídos para outro órgão a bexiga.

Pulmão

O corpo humano se adapta com um pulmão e é possível sobreviver de forma mais limitada. A respiração será mais restrita e mais vagarosa, mas a qualidade de vida somente será conhecida se o paciente tiver um histórico de saúde que não gere problemas futuros.

Intestino Grosso

O intestino grosso também pode ser retirado do corpo desde que o intestino delgado faça a sua função. Nos casos em que é preciso retirar esse órgão, é feita uma intervenção cirúrgica, com uma adaptação para que o intestino delgado faça a função do intestino grosso. #Curiosidades #Medicina #Doença