De acordo com informações, o excesso de sal faz mal para a saúde. Além de causar hipertensão arterial, o sal refinado também é o responsável por outros malefícios à saúde como a pedra no rins, vesícula entre outras enfermidades. Mas ao contrário do sal branco de cozinha, o sal rosa do Himalaia é altamente metabolizado, sendo assim o alimento não aumenta as concentrações de sódio e potássio no sangue em pessoas com problemas de hipertensão arterial, muito pelo contrário o produto evita o aumento da pressão arterial em pacientes crônicos. De acordo com especialistas, o sal do Himalaia é o melhor sal do mundo, sua fórmula contém mais de 84 substâncias responsáveis pelo o bom funcionamento do corpo humano entre os quais destacam-se os sais minerais responsáveis pelo bom funcionamento do organismo.

Publicidade
Publicidade

A estrutura molecular do produto contém, sódio, cálcio, magnésio, ferro entre outras substâncias todas responsáveis pelo metabolismo celular. O alimento está disponível na natureza há mais de 250 milhões de anos, com origem em cavernas localizadas no interior do Himalaia, ainda hoje o produto é extraído manualmente do interior das cavernas. Ele é encontrado naturalmente no solo e após ser colocado sobre o sol para secagem é embalado dentro de sacos especiais para conservar sua pureza.

Geralmente o sal do Himalaia é consumido em porções menores que o normal, pois possui um sabor bastante intenso diferente do normal, sendo assim sua dose diária de consumo deve ser menor que o sal comum. Veja algumas características do sal do Himalaia as quais são essenciais para a saúde.

Publicidade

- É facilmente absorvido pelo organismo evitando a desidratação;

– Regula o nível da água e eletrólitos do organismo humano;

– Regula o níveis de açúcar no sangue eficaz no tratamento contra a diabetes;

– Ajuda a manter o peso controlando o metabolismo;

– Rico em antioxidantes previne envelhecimento das células;

- Fortalece os ossos, especialmente nas crianças em fase de crescimento;

– Previne as dores musculares, cansaço e esgotamento;

– Melhora a circulação do sangue e contribuindo para o bom funcionamento do sistema vascular;

– Ajuda na desintoxicação do sangue;

– Contribui para o bom funcionamento do fígado e rins;

– Quando administrado sem excessos, não há nenhuma contra indicação, o sabor dos alimentos é mais saboroso quando consumidos com o sal do Himalaia.

Ao contrário do sal branco refinado, o sal do Himalaia atua no organismo com um equilíbrio natural e muito saudável e sem causar hipertensão e demais problemas associados ao sal comum. A maioria dos médicos recomendam a seus pacientes o consumo do sal do Himalaia a seus pacientes que sofrem de hipertensão arterial, desde que a quantia consumida seja moderada. #Entretenimento #Curiosidades