A prestigiada revista britânica "Nature", voltada para a área de pesquisas científicas, divulgou um artigo de suma importância no combate ao abuso de álcool pelos seres humanos. Um grupo de cientistas norte-americanos desenvolveu uma substância capaz de reduzir a dependência química do álcool, uma droga lícita, responsável por milhares de mortes todos os anos, em diversas partes do mundo.

O grupo responsável pelo trabalho é liderado pelo "The Scripps Research Institute (TSRI)", localizado em de "La Jolla" (Califórnia). Os cientistas responsáveis por trabalhar com a droga estão realizando testes com roedores e até então os resultados são animadores.

Publicidade
Publicidade

A idéia dos envolvidos no projeto foi de utilizar o Carbenoxolona (CBX), que acabou desempenhando a função de diminuir a vontade de ingerir álcool.

A medicação é utilizada normalmente para tratar úlceras, porém, com algumas alterações, ela surtiu um efeito de raro sucesso no combate à compulsão, inibindo o desejo de ingerir o álcool. Os cientistas chegaram à conclusão de que os glicocorticóides, que são esteroides responsáveis por induzir a ingestão de bebidas alcoólicas, são suprimidos pela ação do Carbenoxolona. Isso se dá por conta da regulação de um grupo de moléculas conhecido como 11b-HSD1, um inibidor natural.

O pesquisador Pietro Paolo Sanna notou em suas avaliações um aproveitamento de 90% no grupo de roedores utilizados na pesquisa. Dos dez animais que apresentavam sinais de dependência química, nove reduziram drasticamente o uso ou não necessitaram mais do álcool, após o #Tratamento com a Carbenoxolona.

Publicidade

A pesquisa também foi divulgada na revista  "Translational Psychiatry".

A questão que fica pendente é que, em seres humanos, além da questão orgânica, fatores físicos, psicológicos e ambientais ou de hábitos, influenciam no consumo do álcool, ou seja, o remédio ainda não é uma solução definitiva para casos crônicos de pessoas alcoólicas. De fato, o que os cientistas conseguiram observar é que as moléculas 11b-HSD1 podem ser um reforço importante no combate contra o alcoolismo na sociedade, através de uma medicação inicialmente indicada para a úlcera. Vale ressaltar que o alcoolismo é uma doença reconhecida pela OMS (Organização Mundial da Saúde).  #Comportamento #Organização Mundial de Saúde