Melhor prevenir do que remediar, nestes casos, fique atento ao qualquer tipo de sinal e na dúvida procure um veterinário. Para isso, listamos abaixo para cada tipo de raça as possíveis doenças mais comuns em seu cãozinho.

São-bernardo, este monstruoso cachorro em seu tamanho é acometido pelo aumento gástrico. Nele o estômago aumenta em virtude ao acúmulo de gases. Por isso consegue dilatar tanto que se desloca uma torção em si mesmo, afetando o suprimento de sangue e o alimento dos órgãos do sistema digestivo.

Dobermann, está raça de cachorro tem os ventrículos do coração onde se alargam fazendo com que o músculo cardíaco se enfraqueça na hora de jogar e bombear o sangue, causando uma insuficiência cardíaca e acumulando líquido no pulmão.

Publicidade
Publicidade

Buldogue Inglês, a fêmea deste cachorro consiste de uma pelve fina e estreita, as crias deste cachorro só são possívei,s por inseminação, pois, devida a cabeça do feto ser grande, o parto só e possível através de cesariana.

Pug, uma raça de cachorro com focinho bem curto, sendo assim o ar não atinge tempo para resfriar não chegando aos pulmões, assim provoca um prolongamento da temperatura corporal do seu cãozinho.

Golden Retriever, nesta raça de cãozinho o enfraquecimento da articulação do cotovelo é o mais comum. Podendo também danificar sua modalidade nas patas traseiras, pois para um cachorro grande sua cabeça do fêmur não corresponde bem com sua bacia.

Pastor Alemão, esta raça de cachorro determinada como pastores que concorrem em feiras de exibições dispõem de uma anca mais baixa que se chama de garrote (parte mais alta das costas).

Publicidade

Por este motivo sofrem de problemas nas articulações e devido a isso perdem a articulação nas patas traseiras, as quais se abrem de uma forma como se fossem de um sapo.

Chihuahua, este cãozinho de pequeno tamanho está relacionado a uma #Doença chamada hidrocefalia - o crescimento de fluidos no cérebro. A quantidade superior aumenta a pressão no cérebro. Neste caso, a pressão consegue causar muita dor, e a perda das funções cerebrais chegando à morte.

Dálmata, este cãozinho tem uma grande propensão à surdez, esta é a raça onde 30% estão surdas de um ouvido e 10% dos dois ouvidos.

Basset Hound, este cachorro tem como característica principal as suas longas orelhas, por este motivo faz com que os germes se aproveitem para entrar no canal auditivo e originar inflamações.

Cocker Spaniel, este cãozinho tem o desenvolvimento de doenças chamadas como catarata, assim como glaucoma e enfraquecimento da retina, podendo ter também surdez e dor de ouvido, doenças mais comuns.

Buldogue Francês é um cachorro propenso ter doenças respiratórias, exercício em demasia ou lugares com muito calor podem ocasionar grandes problemas em respirar.

Publicidade

Poodle, este cãozinho em especial tem um grande e maior distúrbio de saúde deste cãoziffnho, o câncer. Doença como pele, articulação e tireóide são extremamemte comuns entre eles também.

Bóxer, a doença deste cachorro se chama hiperplasia gengival (tumores benignos na boca), estes não causam anomalias significativas. E tumores como o melanoma (câncer de pele).

Lulu da Pomerânia, este cãozinho o lulu é o herói em desvio de patela (a rótula). Aproximadamente 40% dos cãozinhos dispõem de uma patela que vive se deslocando do seu lugar, o que causa muita dor e artrite. Por outro lado é bem comum a degeneração avançada da retina, que pode vir a causar à cegueira. #Animais #Dicas