É possível ouvir ecoar o apelo de conhecidos esteticistas, em suas arduamente montadas clínicas, o apelo daqueles que lutam contra um sentimento corrente e incorreto, que considera que estética é futilidade; que #Beleza somente a natural; que cada um se contente com o que tem. Há muitos estudos, desenvolvidos por academias e institutos sérios, que apresentam uma relação direta entre a aparência da pessoa e a sua autoestima e, desta última com a melhoria do bom humor. Assim se você está, com algo além de alguns minutos de mau humor esporádico e o torna um companheiro inseparável, quem sabe mudar a aparência não irá resolver?

O que dizem as pesquisas sobre a depressão?

A descoberta deste relacionamento direto entre a aparência e estados depressivos, decorrem do fato de que, quando a pessoa não está bem consigo mesma, não está bem com ninguém mais que se aproxime.

Publicidade
Publicidade

A autoestima traz segurança e nos faz andar altivos e proficientes ao meio social onde vivemos. Uma baixa-estima deixa a pessoa em “baixo astral” ou para utilizar uma expressão popular, na “bacia das almas”, expressão assinalada no conhecido Caldas Aulete (um dicionário que pode ser encontrado na grande rede) como estar em uma situação dramática, desesperadora, crítica, conforme o uso popular define tal expressão.

Isto pode ocorrer por diversas razões e uma delas, veja que não se está colocando esta razão como única, pode ser que quando a pessoa não está em harmonia com a própria aparência, até os chinelos e sapatos velhos, usados para descanso aos pés, lhe caem bem.

Então quem sabe aquela passadinha no barbeiro, uma lavagem com uma toalha quente e relaxante no rosto para, logo em seguida, um escanhoamento mais cuidadoso para dar uma aparência mais limpa, completado com um bom corte de cabelo, não seja suficiente para que os homens saiam renovados do salão?

Quem sabe aquele novo penteado, igual ao que a Sandra Annenberg apresenta aos telespectadores que a assistem mais por sua beleza e simpatia, além do sentimento de honestidade que ela transmite, possa dar novo alento.

Publicidade

Eles podem ser completados com uma pintura nas unhas, que para ser mais completa, só se for das mãos e dos pés, quem sabe com uma sessão da pedicura, que melhor seria se fosse podóloga, para cuidar daquele calo doído. O brilho final ficaria por conta de uma nova maquiagem, uma nova cor de batom, uma lente de contato que deixasse seus olhos violetas, tais quais os encantadores olhos de Elizabeth Taylor. Sair do salão renovada pode trazer bons resultados.

Não é preciso ir muito longe para participar desta pesquisa. São fatos que você pode observar no seu dia-a-dia, em seu trabalho, em sua escola e em qualquer outro lugar. Assim, se você não conseguiu manter seu bom humor no dia de ontem, quem sabe no dia de hoje, mudar sua aparência não seja uma dica importante. #Dicas