Casos de depressão em animais são mais comuns do que se imagina. Muitos ignoram esse problema nos gatinhos, pois eles não falam, mas expressam seus sentimos através dos comportamentos, e, para ajudá-los, é importante observar sua rotina. Gatos que possuem outros bichos em sua companhia, por muito tempo, podem sentir a morte destes. Há relatos de que separação por morte de seu companheiro pode gerar profunda angústia, por não saberem lidar com o luto. Alguns sintomas como deixar de comer, miar excessivamente procurando o amigo, podem ser indícios de que o seu gato está profundamente triste, porém, o problema começa se agravar quando ele fizer coisas como se morder ou arrancar os próprios pelos, se coçar excessivamente, fazer feridas em si mesmo, se isolar ou ficar muito agressivo. 

Qualquer mudança no hábito ou no comportamento do gato deve ser notificado ao veterinário.

Publicidade
Publicidade

É melhor ouvir que seu gato está bem do que ignorar os fatos e deixar com que o quadro de enfermidade dele piore. Às vezes, coisas simples como uma queda de pelos, coceira no ouvido, podem levantar suspeitas, pois, unindo esses comportamentos com acontecimentos recentes na casa e na família, gera um estresse no animal, porém, só o veterinário pode fazer o diagnóstico. Primeiro, ele pode fazer avaliações e exames sobre o estado geral da saúde do gato. Descartada a hipótese de doença física, ele pode investigar o histórico de vida do gato, por isso, é importante que você informe ao veterinário se ocorreu alguma mudança no aspecto psicológico, como perdas, separações, brigas, mudanças, ou qualquer coisa que tenha ocasionado a alteração de comportamento no seu gatinho.

É importante lembrar que o animal não adoece, aparentemente, sem motivo.

Publicidade

Ele convive com uma família que também passa por problemas e adversidades, o que pode gerar estresse no animal. Ele é parte integrante da família e sente tudo que acontece, e reage ao que sofre, seja com coisas boas ou ruins. Se você também não está bem, seu gato também pode sentir isso e vir a adoecer, por isso, é importante que você também busque ajuda caso precise. #Animais