A NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos EUA) afirma ter evidências suficientes para comprovar a descoberta de mais de 1.280 planetas dos quais nunca se considerou a existência fora de nosso sistema solar. Nessa terça-feira (10), durante uma conferência em Washington (EUA), o diretor da Divisão de Astrofísica da Sede da Nasa, Paul Hertz, afirmou que a Missão Kepler (que tinha como objetivo procurar evidências da existência de novos corpos parecidos com a Terra em um amplo expectro) foi muito mais do que bem-sucedida.

"Antes de o telescópio espacial Kepler ser lançado, nós não sabíamos se os exoplanetas seriam raros ou comuns na galáxia.

Publicidade
Publicidade

Graças ao Kepler e ao trabalho da comunidade científica, sabemos agora que talvez haja mais planetas do que estrelas", afirma Paul.

Já Ellen Stofan, cientista-chefe da Sede da Nasa, em Washington, diz que a descoberta dobrou o número de planetas inicialmente descobertos pela Missão Kepler. "O anúncio mais que dobra o número de planetas confirmados descobertos pelo Kepler. Isso nos dá a esperança de que em algum lugar lá fora, em torno de uma estrela parecida com o nosso Sol, nós possamos eventualmente descobrir outra Terra", elucida Ellen.

Para que pudessem ser confirmados os dados, uma apuração foi feita com base no estudo e verificação de, inicialmente, 4.302 planetas em potencial. Desses, 1284 foram confirmados por apresentarem uma chance maior que 90% de serem planetas. Dos restantes, 1327 candidatos não conseguiram atingir o limite da porcentagem necessária para serem considerados planetas, e, 707 deles foram excluídos da lista por serem mais provavelmente apenas outros fenômenos astrofísicos.

Publicidade

Ainda sobre as estatísticas, do conjuntos dos planetas descobertos, aproximadamente 550 podem ser rochosos como a Terra - pode-se concluir isso através da observação de seu tamanho. Há ainda boas chances de nove desses planetas terem órbitas na "zona habitável" - quando a distância entre um planeta e suas estrelas permite que a superfície planetária possua água líquida - condição fundamental para a busca de vida fora do planeta Terra. #Inovação #Curiosidades #Tendências