Com o objetivo de avaliar os efeitos da gravidade zero no sequenciamento do ácido desoxirribonucleico (DNA), a virologista Kathleen Rubins (Kate), do Instituto Whitehead de Pesquisa Biomédica, localizado em Cambridge (Inglaterra), juntamente com dois outros pesquisadores, irá ao espaço em 24 de junho realizar cerca de 250 experimentos na Estação Espacial Internacional (ISS).

De acordo com informações da revista científica Science World Report, publicadas neste sábado (04/06), os pequenos sequenciadores portáteis que serão utilizados no espaço para as pesquisas assemelham-se aos utilizados nas pesquisas de campo, por exemplo, durante o surgimento de uma doença.

Publicidade
Publicidade

"O tipo de tecnologia manuseada em um centro médico remoto é do mesmo tipo da utilizada no desenvolvimento de instrumentos para a exploração de Marte ou do espaço", afirma Kate. "A questão realmente crítica para a NASA é saber se estes dispositivos podem detectar sinais de vida no universo", argumenta.

A cientista explica que antes de iniciar as pesquisas de sequenciamento genético, será necessário observar o efeito do cosmos no equipamento, no intuito de verificar se ele funciona em gravidade zero ou se é afetado pela mesma.

Durante a segunda fase dos experimentos, a pesquisadora ressalta que será analisado, em tempo real, a influência do espaço sobre o DNA.

Após os experimentos descritos acima, os cientistas irão investigar as mudanças epigenéticas (pequenas transformações químicas no ácido desoxirribonucleico), ocasionadas pela exposição à radiação.

Publicidade

Além desses estudos, a virologista enfatiza que serão realizados experimentos sobre o comportamento do organismo humano em ambiente espacial, para saber se há evidências de influência desse tipo de ambiente na redução do sistema imunológico.

Esse não será o primeiro grande desafio enfrentado pela acadêmica, acostumada a estudar doenças altamente letais, como o Ebola e a Varíola, na África Ocidental e Central.

Ela e os colegas permanecerão quatro meses na Estação Espacial Internacional, antes de retornarem à Terra. #Mídia #Curiosidades #Internet