Nesta quarta-feira (22), entrou em vigor a resolução do Conselho Federal de #Medicina (CFM) que exige que a cesariana a pedido da grávida não pode ser realizada antes de 39 semanas de gestação. Mães em todo Brasil estão com muitas dúvidas sobre esse assunto. A regra não é para todos os casos, tem exceções como na situação de haver risco para o bebê e a gestante, ou se a paciente entrar em trabalho de parto antes do período estabelecido pelo CFM.

Confira as principais dúvidas: 

O que exige a nova resolução do Conselho Federal de Medicina ? 

A resolução exige que a mulher até tem o direito de escolher o parto cesariano, mas precisa assinar um termo de consentimento livre, que é um documento que comprova que a gestante sabe dos riscos e do procedimento.

Publicidade
Publicidade

Também determina que somente após 39 semanas de gestação, a cesariana pode ser feita. 

Existe exceções para essa regra?

Sim. As exceções incluem casos de intercorrências mé#Dicas onde é preciso adiantar o parto em prol de preservar a saúde do bebê ou grávida. Um exemplo comum é a pré-eclâmpsia, que gera um aumento muito  perigoso da pressão arterial da gestante. Nesses casos é permitido adiantar a cesariana. Se a gestante entrar em trabalho de parto antes de 39 semanas, também é uma outra exceção. Caso a paciente mantiver seu desejo de ter cesárea, a mesma poderá ser realizada sem o médico infligir os princípios éticos. 

Por que tem riscos uma cesariana antes das 39 semanas? E para quem já agendou a cesariana?

Antes do período de 39 semanas, corre risco dos órgãos do bebê não estarem suficientemente maduros.

Publicidade

Isso pode trazer várias problemas no fígado, cérebro e pulmões, além de gerar desconfortos respiratórios e até mesmo lesões cerebrais. Após a nova resolução, que já está em vigor a partir de hoje, é preciso que as mães que já fizeram agendamento do parto cesáreo, para data que seja inferior a 39 semanas, remarque a data, para que esteja de acordo com a nova exigência. Qualquer dúvida é preciso que a gestante entre em contato com seu obstetra e busque mais informações de como planejar a cesárea a pedido. #Maternidade