O nascimento dos filhos é para muitas mamães e papais um momento especial e único em suas vidas. A espera para ver o bebê é grande por parte de todos os envolvidos. Portanto, quando o grande dia chega e o bebê – tão esperado – nasce é normal que as pessoas queridas queiram muito visitar o bebezinho e seus pais.

Entretanto, é preciso considerar que, apesar de toda felicidade e emoção, os primeiros dias e meses com o recém-nascido é um momento de aprendizado e reconhecimento entre filhos e os pais. Por isso, foram reunidas abaixo oito #Dicas para não atrapalhar ou incomodar as mamães e papais:  

Dica 1: Visita em casa ou no hospital?

Visitar o recém-nascido no hospital ou em casa é dúvida é muito fácil de ser respondida: pergunte para os pais o que eles preferem.

Publicidade
Publicidade

Não fique chateado se eles optarem por visitas em casa ou só depois dos dois ou três primeiros meses de vida do bebê. Compreenda que esse momento é único, por isso a vontade dos pais deve ser respeita sem chateações. Assim que as mamães e os papais liberarem a visita, aproveite.

Dica 2: Atenção à higiene

Os bebês recém-nascidos requerem muitas atenções, uma das principais delas é a atenção redobrada em relação à higiene, visto que nascem sem o sistema imunológico completo. É muito importante que você lave muito bem as mãos e evite pegar nas mãozinhas do bebê e beijá-los. Sabemos que a tentação é quase irresistível, mas pense na #Saúde do recém-nascido e guarde os beijinhos e carinhos para quando ele puder recebê-los sem riscos à saúde. Além disso, o uso do álcool em gel também é muito importante.

Publicidade

Dica 3: Está doente? Nem pense em visita!

Essa dica, apesar de parecer óbvia, nunca é demais relembrar. Os bebês nascem praticamente sem sistema imunológico e, por isso, a atenção e os cuidados são tão redobrados nos primeiros meses de vida. Logo, se estiver doente, nem pense em visitar um recém-nascido. Espere até que sua doença passe, por mais leve que possa ser (como um esfriado), para que você o visite com segurança.

Dica 4: Nada de palpite e conselhos

Essa dica é uma das mais importantes. Os palpites e conselhos podem parecer muito importantes e fundamentais, mas se a mamãe ou o papai não perguntar ou pedir, simplesmente guarde para si. O nascimento de um filho é um momento íntimo e delicado em que palpites e conselhos não solicitados só fazem com que os pais e as mães se sintam angustiados, tristes e nervosos. Se a mãe ou o pai pedir conselhos ou dicas, fique à vontade em responder. 

Dica 5: Nada de perfumes ou cigarro

O bebê recém-nascido está se acostumando com o outro lado, com o "aqui fora".

Publicidade

Além disso, o olfato do recém-nascido é muito sensível e ele pode ter alergias e restrições ainda não conhecidas. Por todos esses motivos, evite usar perfumes e cremes. E nada de fumar cigarro antes da visita (e muito menos durante, né?).

Dica 6: Ligue sempre antes de qualquer visita

A vida de uma família que acabou de ganhar um recém-nascido é muito agitada e, em muitos momentos, cansativa. Portanto, ligue sempre antes de qualquer visita. Por mais íntimo que seja dos pais do bebê, não custa nada ligar. E caso eles não queiram sua visita naquele momento, nada de ficar chateado e levar para o lado “pessoal”. Como dito, esse momento é íntimo e bem delicado. Além disso, faça visitas rápidas.

Dica 7: Nada de pedir para acordar o bebê recém-nascido

Tudo mundo já deve ter conhecimento sobre isso, mas nunca é demais repetir: o sono dos bebês recém-nascidos é sagrado e muito importante. Logo, nada de pedir para os pais acordarem a criança só porque você quer vê-lo. Deixe para as próximas visitas.

Dica 8: É hora de amamentar? Então é hora de ir embora

A amamentação é um momento delicado e, no começo, pode ser difícil para a mamãe e o bebê se ajustarem. Portanto, quando o recém-nascido der sinais de que quer mamar ou, se a própria mãe comentar que está perto da hora da amamentação, é uma deixa (e tanto!) para se despedir. #Maternidade