Meio do ano no calendário marca a presença do inverno nos trópicos: as temperaturas baixas são um convite para estender o sono. Aquele “quentinho” do cobertor é a desculpa para ficar na cama. A preguiça e o desestímulo para acordar cedo e se exercitar são obstáculos para manter o “corpão” em forma.

Se sua força de vontade falar mais alto, você é um vitorioso. Entretanto, por causa da época, alguns cuidados são necessários para começar a #Malhação em dias frios. Esses cuidados terão que ser redobrados quanto ao aquecimento e à hidratação.

Veja, a seguir, uma lista com dicas de como se dar bem no inverno e espantar o desânimo: #Medicina #Saúde

  1. Estabeleça um objetivo: ele pode ser um peso ideal, o quanto que você deseja perder em quilos, manter seu corpo para uma viagem à praia ou aprimorar seu condicionamento físico. Você é quem define a(s) sua(s) meta(s);
  2. Procure companhias: este é um dos pontos em que o frio costuma ganhar de você, pois quem malha sozinho tem mais probabilidade de abandonar a malhação do que aqueles que praticam em grupo. Além disso, pode surgir um compromisso em uma determinada data – outro fator que contribui para uma desistência. Busque e cultive amizades dentro do esporte que você gosta de fazer. Na impossibilidade disso, que tal um ‘personal trainer’ para cobrar resultados?;
  3. Não desperdice dinheiro: caso tenha optado por um plano em academias, pense que tipo de plano é mais adequado para você. Trimestral, semestral, anual, por aula? Se você já estiver pagando um, a motivação costuma aumentar. Como assim? Simples: você paga por um serviço que não usa? Essa tese também vale para o serviço de ‘personal trainer’. Se contratou, pague e use. Faça por merecer;
  4. Mantenha a academia em seu caminho: busque uma que esteja próxima a sua casa ou do seu trabalho. Se a academia estiver fora de seu trajeto cotidiano, a desculpa para desistir com certeza ocorrerá. Seja prático: a academia localizada no bairro onde você mora ou onde trabalha não é melhor? A preguiça diminuirá e você sentirá a otimização do tempo. Aqueles poucos minutos desprezados por você podem se traduzir em uma maior utilização de seu equipamento de ginástica preferido;
  5. Use as roupas adequadas: o item essencial para quem quer manter a temperatura corporal. O benefício é duplo: primeiro, por causa da baixa temperatura invernal; segundo, a roupa escolhida ajuda no aquecimento do corpo. Os tecidos que auxiliam nesse processo são o tactel e a lycra;
  6. Tenha horários fixos: sabe aquele espaço vazio na sua agenda? Por que não usá-lo para uma atividade física? Com esse tipo de organização do tempo, a academia torna-se parte de sua rotina e, portanto, vira um hábito cultivado. Próximo à hora do exercício, prepare-se, condicione seu corpo a esperar pela atividade naquele momento;
  7. Não descuide da hidratação: muitos têm o pensamento de que no inverno, sendo uma estação fria, pode-se diminuir a ingestão de água. Engano. Além de ser frio, o inverno é uma estação seca. Mesmo que não faça exercício, tome bastante água. Se fizer exercício, a importância torna-se uma obrigatoriedade. Hidrate-se sempre! E muito!
  8. Aqueça o corpo: se o inverno for impiedoso com você, faça alongamento, por exemplo. O intuito é se esquentar. Mas não confunda: não procure se enfronhar nas cobertas. Um bom início é preparar um chá ou alguma bebida quente. Após isso, corra para a academia.