Especialistas de diversas áreas, congregados no projeto Targeting Environmental Neuro-Developmental Risks (TENDR), algo como "Combatendo Riscos Ambientais ao Desenvolvimento Neurológico", são unânimes em considerar que a exposição contínua a produtos tóxicos existentes em nosso ambiente e nos produtos que consumimos podem aumentar os casos de distúrbios cognitivos, sociais ou comportamentais, além de promover diversas desordens no desenvolvimento neurológico.

Assim como os cientistas do TENDR, nos Estados Unidos, também já se manifestaram anteriormente a esse respeito, a Federação Internacional de Ginecologia e Obstetrícia e a própria Organização Mundial da #Saúde (OMS).

Publicidade
Publicidade

Entre esses componentes perigosos dos produtos com os quais contatamos diariamente estão os ftalatos, compostos químicos derivados do ácido ftálico. Os ftalatos permitem tornar flexíveis ou resistentes os plásticos, assim como servem para fixar essências em outros produtos químicos. Assim, por exemplo, o brilho e a resistência dos esmaltes de unha e a duração de um perfume por mais tempo são resultados da ação dos ftalatos.

Da mesma forma, aparecem em produtos, tanto para adultos como para crianças e bebês, como xampus, sabonetes líquidos e desodorantes, entre muitos outros.

Tanto nos plásticos como nos cosméticos, os ftalatos se liberam e entram em contato com o alimento que ingerimos (nos casos de embalagens e copos) ou com a pele (através do uso de cosméticos).

Por terem facilidade de se ligar às gorduras, alimentos gordurosos, em contato com embalagens plásticas, mais facilmente retém os ftalatos.

Publicidade

É o que ocorre com os filmes utilizados para cobrir alimentos.

Brinquedos plásticos que crianças pequenas levam à boca e a própria água que ingerimos quando transitou por tubulações de PVC carreiam ftalatos para o organismo.

No Brasil ainda não há uma proibição total dessas substâncias, mas alguma limitação. Por essa razão, é recomendável evitar a utilização de produtos, sempre que possível, contendo esses componentes. Nos rótulos e nas embalagens, aparecem com nomes diversos como DEHP, DIDP, DINP, butila, benzila, dibutila, diciclohexila, dietila e dioctila. #Beleza