Algumas pessoas possuem dificuldade para perder peso, assim a decisão de tomar inibidores de apetite para auxiliar na perda de peso durante a #Dieta ou reeducação alimentar é válida. Recentemente, o Senado brasileiro votou a liberação de alguns inibidores de apetite, que voltam ao mercado nacional. Essa decisão permiti que os obesos ou pessoas com grande dificuldade na perda de peso voltem a usar remédios à base de anfetamina para emagrecer.

O uso dessa substância foi proibido no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) desde o ano de 2011, mas ainda podem ser consumidos com a indicação de um nutricionista ou médico responsável pelo paciente.

Publicidade
Publicidade

Os remédios com substâncias que inibem o apetite ajudam muito a vida de quem realmente tem alguma disfunção ou problema de saúde que causa o aumento de gordura e a dificuldade em emagrecer. Remédios como anfepramona, femproporex e mazindol, são indicados para o tratamento da obesidade e estavam fora de circulação.

Esses medicamentos atuam no sistema nervoso central, o que ajuda na diminuição da fome, reduz a vontade de comer e ainda acelera o metabolismo. Por isso, são responsáveis pela ajuda na perda de peso de forma mais rápida.

Inibidores de apetite podem fazer mal

Como todo remédio, a diferença entre a saúde e o veneno é apenas a dosagem. Cada pessoa precisa de uma determinada quantidade daquela substância, assim o uso indiscriminado e sem a necessidade ao invés de ajudar na perda de peso acaba atrapalhando e causando outros males para a saúde.

Publicidade

O abusivo pode causar problemas de saúde como taquicardia e arritmia, além de aumentar a ansiedade, causar transtornos comportamentais e emocional.

De acordo com especialistas, a retirada de produtos anfetamínicos pode ser similar a um processo de desintoxicação, já que a substância pode levar ao vício. Os pacientes que tem a retirada de forma abrupta da medicação pode sentir insônia, irritação, palpitação, sensação de boca seca e ressecamento intestinal. Além de poder ter problemas cardíacos, pressão alta descontrolada e outros problemas.

Ajuda Profissional

Assim, sempre busque um profissional para auxiliar na perda de peso. É possível emagrecer com saúde, comendo e praticando atividades físicas. Em alguns casos, com remédios e outras substâncias, mas a determinação e cuidados com a saúde devem ser primordiais para a volta de uma vida saudável e um corpo dos sonhos. #Beleza #Emagrecimento