O telescópio espacial Kepler, da NASA, detectou recentemente quatro planetas alienígenas orbitando a mesma estrela, conhecida pela sigla K2-72, que está localizada a 181 anos-luz da Terra, na constelação de Aquário.

Todos os quatro exoplanetas são entre 20% e 50% maiores que a Terra, e parecem ser rochosos, assim como nosso mundo. De acordo com os cientistas que fizeram a descoberta, dois destes quatro planetas, que receberam os nomes de K2-72c e K2-72e, respectivamente, têm condições de suportar vida, uma vez que se encontram dentro da chamada “zona habitável” de sua estrela hospedeira.

Condições para a vida surgir

Zona habitável é a região ao redor de uma estrela que oferece as condições necessárias para que haja água em estado líquido na superfície de um planeta.

Publicidade
Publicidade

A água neste estado da matéria é essencial para a vida como a conhecemos, e partindo deste ponto os cientistas se empenham em encontrar mundos onde ela exista assim naturalmente, já que estes planetas ofereceriam, em teoria, um elemento que possibilitaria o surgimento de organismos vivos.

Cada estrela possui sua própria zona habitável, que varia de distância. K2-72 é uma estrela da categoria anã vermelha, mais "fria" que o Sol, e o planeta K2-72c, por exemplo, completa uma órbita ao redor de sua estrela a cada 15 dias terrestres. Mesmo estando tão perto de seu astro, os cientistas acreditam que este exoplaneta seja apenas 10% mais quente que nosso mundo.

Já K2-72e possui um ano com duração total de somente 24 dias terrestres e é cerca de 6% mais frio que a Terra. Se estes planetas estivessem dentro de nosso Sistema Solar, ficariam mais próximos do Sol do que Mercúrio.

Publicidade

Encontrando mundos distantes

Os planetas ao redor de K2-72 estão entre os 104 mundos distantes recentemente descobertos pelo telescópio espacial Kepler, durante a sua missão, batizada de K2, que teve início em 2014. O telescópio da NASA encontra exoplanetas analisando as pequenas quedas de brilho que ocorrem quando mundos distantes passam pela frente de suas estrelas hospedeiras, de acordo com o ponto de vista do telescópio.

Desde seu lançamento, em março de 2009, Kepler já descobriu até agora mais de 2.300 mundos alienígenas, ou cerca de dois terços de todos os exoplanetas confirmados até o momento. #Curiosidades #EUA