Em uma geração onde a SPA (síndrome do pensamento acelerado) e a #depressão se encontram em evidência é natural nos depararmos constantemente com a dúvida de que algum amigo, parente ou qualquer pessoa próxima a nós, pode estar passando por uma depressão.

Algumas pessoas podem agir estranhamente com atitudes que podem ser confundidas com cansaço e estresse, o que dificulta o diagnóstico aos olhos de alguém sem o menor conhecimento do assunto. 

Nível de irritabilidade alto

A maioria das pessoas identifica a depressão como uma grande tristeza e desânimo, mas ao contrário do que se pensa, é comum que com algum índice de depressão possam agir de forma agressiva, constante mudança de humor e vivam exposta à fácil irritação.

Publicidade
Publicidade

Constante insônia

Não conseguir dormir não é algo agravante até que isso ultrapasse uma noite. Passar dias sem dormir, além de um sintoma de alguém deprimido, causa males ainda maiores, o que chamamos de insônia crônica, levando a pessoa a passar a noite em claro, invertendo os horários, passando o dia na cama sem conseguir levantar pela manhã, deixando até mesmo deveres importantes de lado.

Sentir dores constantes e inexplicáveis pelo corpo

Surgir dores sem explicação pelo corpo é comum quando o mesmo tenta recobrar a #Saúde psicológica, desencadeando assim dores de cabeça periodicamente, dor nas costas e dor nos músculos.

Falta de energia

Passar noites sem dormir desencadeia a falta de ânimo e energia. São dois pontos que estão ligados em uma pessoa deprimida como sentir-se cansado e sem disposição para realizar tarefas antes simples e sem o menor esforço.

Publicidade

Sentir-se culpado

Se culpar frequentemente por motivos inúteis e se auto criticar por acontecimentos irrelevantes é algo inconstrutível.

Insanidade

Uma pessoa deprimida vive um caos interior, e muitas pessoas tentam suprir esse caos de forma exagerada, optando por jogos, interesse repentino e exagerado diante de algo ou alguém e praticando atividade sexual de risco.

Falta de concentração

Tarefas fáceis podem se tornar um martírio, tais como guardar as chaves, carteiras e documentos, e depois se lembrar onde estão, realizar tarefas do dia-a-dia se tornam exaustivas e, não sendo feitas com exatidão, perdendo o foco no que é importante.

Estimular alguém a procurar ajuda é imprescindível. Não ignore os sintomas e procure um profissional.