A expressão “cara de cachorrinho pidão” é usada quando alguém está imitando a feição canina na hora de pedir algo, normalmente comida. É quase irresistível dizer não ao seu cãozinho quando ele está choramingando e de orelhas baixas. Contudo, os donos de cachorros precisam ser firmes na alimentação dos bichinhos. Seu melhor amigo pode parecer ansioso para experimentar algo que nunca provou, mas o impulso curioso e glutão não diz se a comida fará bem ou mal. Claro, tudo demais é veneno, mas até pequenas quantidades de um alimento saudável para nós podem não combinar com os caninos.

Entre as comidas menos adequadas para se dar ao seu pet, destacam-se:

  1. Chocolate = é o primeiro vilão do ranking. Ele tem teobromina, um estimulante que funciona de forma similar à cafeína, e o organismo do seu pet digere essa substância lentamente. Sendo assim, um pedaço de chocolate ingerido pode, em 4h a 24h, causar  vômitos a convulsões no seu bichinho, afetando o coração, o sistema nervoso central e os rins dele.
  2. Bebidas estimulantes = café, chá, e outra bebida contendo álcool também está proibida, pois todas causam alterações cardíacas e neurológicas no cãozinho.
  3. Leite e derivados = eles podem ser ingeridos tranquilamente por humanos em geral, pois produzimos uma enzima de nome lactase, que nos auxilia na digestão da lactose presente nos alimentos, mas os #Cães não produzem altas quantidades dela, então comer algo do tipo acarretará em problemas digestivos.
  4. Massas = cruas ou não, nem pensar. Massas contém leveduras (fungos), como o fermento, e elas causam gases no sistema digestivo. Seu cão sofrerá dores e o estômago, ou os intestinos, ainda podem ser obstruídos e distendidos.
  5. Frutas = algumas delas, como abacate, uva (normal ou passa), caqui, pêssego e ameixa, têm toxinas que provocam problemas gastrointestinais. Os comuns são: inflamação, insuficiência renal e obstrução do intestino delgado. Nem sementes, cascas ou folhas são permitidas neste caso.

Outro alimento permitido, embora não muito adequado, é o osso.

Publicidade
Publicidade

Seja de que tipo for, mesmo que seu pet goste de roer ossos, eles podem prejudicar os dentes e gengiva, fazê-lo engasgar e até ter uma prisão de ventre. Felizmente, há comidas aceitáveis, mesmo benéficas, para o seu bichinho consumir no lugar da velha ração. Algumas delas são:

  1. Aveia = esta é uma ótima fonte de fibras. Cachorros tendem a sofrer muito de irregularidades intestinais, principalmente os idosos, então aveia cozida ajuda.
  2. Batata-doce = rica em vitamina B6, C, betacaroteno e manganês, se for cozida no vapor fará um bem danado ao cachorrinho.
  3. Salsa = aqui há uma receita contra o mau hálito canino. Adicionando algumas colheres de sopa de salsa picada na comida do seu cão, não só aquele bafo vai aliviar quanto ele ainda estará nutrido de betacaroteno, potássio e cálcio.
  4. Verduras e legumes = alguns destes, como ervilha, brócolis e cenoura, são ricos em vitaminas, fibras, potássio e outros. Se consumidos sem excesso e ao natural, ajudarão no desenvolvimento do canino e na limpeza dos dentes.
  5. Frutas = a maçã contém as vitaminas A e C, além de fibras, e o coco possui o ácido láurico, que destrói bactérias patogênicas e diferentes formas de vírus. As duas frutas são altamente benéficas para pessoas e cães.

Seja qual for a refeição que seu cãozinho receba, é importante que você sempre cheque toda a qualidade dos alimentos oferecidos, se eles já não forem testados clinicamente.

Publicidade

Em caso de dúvida, o melhor é sempre consultar um veterinário ou nutricionista apropriado. #Alimentação Saudável