O colesterol é produzido pelo fígado através do consumo de alimentos ricos em gordura, e transportado no sangue por moléculas que se chamam lipoproteínas. As lipoproteínas podem ser classificadas como de baixa densidade (LDL), “colesterol mau”, que pode causar doenças arteriais; de alta densidade (HDL), “colesterol bom”, que evita doenças arteriais; e triglicerídeos, que podem contribuir para o aumento de peso.

Quando uma pessoa está com alguns quilinhos a mais, é comum que o LDL esteja com taxas elevadas. Porém, não só os gordinhos sofrem com as taxas de colesterol, então aproveite nossas #Dicas e comece hoje mesmo a consumir chás que farão bem à sua saúde.

Publicidade
Publicidade

Mas lembre-se, só o consumo dos chás não trará benefício, é necessário uma #Dieta com pouca ingestão de gordura e colesterol, o que significa manter o consumo de gordura total (saturada, polinsaturada, monoinsaturada) abaixo de 300 mg por dia.

Chás para ajudar no controle do colesterol

1. Chá verde

Rico em flavonoides, tem propriedade desintoxicante e antioxidante. Seu consumo é mais indicado logo após as refeições, pois além de ajudar na digestão, ajuda na eliminação de gorduras e no aumento do metabolismo. 

2. Chá mate

A erva-mate tem ação antioxidante, diminui a absorção de gordura dos alimentos e impede a absorção do colesterol no intestino, resultando em uma diminuição do colesterol ruim. Mas atenção: é a erva consumida verde, a do chimarrão.

3. Chá dente-de-leão

Esta erva ajuda a baixar os níveis de colesterol no sangue, evitando o depósito de gorduras nos vasos sanguíneos.

Publicidade

Pessoas com esofagite ou hérnia de hiato não devem consumir esta erva.

4. Chá de hibisco

É altamente diurético, promove o aumento de HDL e a diminuição de LDL. 

5. Chá de alcaçuz

Feito de cerca de 1,5 g de raiz de alcaçuz seca, ajuda a diminuir os níveis de LDL. Porém, só devem ser consumidas no máximo 20 g por dia, sob o risco de aumentar os níveis do hormônio aldosterona e ocasionar dores de cabeça, pressão arterial elevada e de coração. 

Contra indicação

Embora sejam ervas populares entre os brasileiros, não é indicado consumir estas ervas durante à noite, pois são ricas em cafeína e podem fazer você perder o sono.

Pessoas que sofrem com problemas estomacais, ansiedade, nervosismo, insônia, hipertensão arterial, e mulheres que estejam amamentando ou gestantes, devem fazer consumo moderado devido à cafeína. #Doença