Temos que admitir que aquele macarrão instantâneo, conhecido também como miojo, consegue nos salvar nas horas em que bate aquela fome e não encontramos nada para comer. Ele é muito popular nos Estados Unidos e também em muitos países, incluindo aqui no Brasil. A sua origem vem da culinária japonesa e seu preparo é muito fácil e rápido: é só você colocar um copo de água para ferver e adicionar o macarrão instantâneo e o tempero que vem junto com o pacote, isso já é suficiente para que ele esteja pronto para o consumo. Mas será que esse indefeso macarrão pode causar algum dano a nossa saúde? Pensando nisso resolvemos pesquisar e passar informações úteis para as pessoas que adoram esse tipo de refeição rápida.

Publicidade
Publicidade

Ele é um alimento rico em sódio

A recomendação é que a gente não consuma uma quantidades acima de 2.300 mg de sal diariamente, mas somente um pacotinho do miojo oferece mais da metade da quantidade recomentada em apenas uma única refeição.

Ele possui muitos ingredientes químicos

Vamos citar apenas alguns dos ingredientes químicos que você encontra no saboroso macarrão instantâneo: TBHQ, Propilenoglicol, MSG, ‘um óleo vegetal que é não especificado’ e também xarope de milho. Estudiosos contam que o xarope de milho que é encontrado na fórmula do macarrão pode ser riquíssimo em gordura saturada. O MSG pode causar fortes dores de cabeça, náuseas, palpitações cardíacas, sudorese e também rubor facial. E tudo isso não para por aqui. O TBHQ é um forte conservante que também pode causar zumbidos nos ouvidos, delírios e náuseas.

Publicidade

Ele também carrega em sua fórmula substancias que podem causar câncer. Além de trazer vários danos a sua saúde, ele não tem nenhum valor nutricional para oferecer ao nosso corpo.

Para secar o macarrão e deixa-lo desidratado é usado o anti-congelante propilenoglicol e umectantes que fazem o macarrão ficar sequinho, conseguindo retirar toda a umidade do alimento, utilizando o processo de secagem por fritura. As fórmulas usadas nesse processo podem causar riscos ao nosso fígado, problemas renais e enfraquecer o seu sistema imunológico, facilitando a contaminação de doenças.

Uma pesquisa que foi recentemente divulgada no The Journal of Nutrition estudou por algumas semanas a alimentação de 10.711 adultos que consumiam constantemente esse tipo de alimento. O resultado foi preocupante. As mulheres adultas que mantinham essa alimentação duas ou mais vezes por semana estavam predispostas a adquirirem pressão arterial elevada, excesso de gordura abdominal, diabetes e colesterol alto. O miojo também pode alterar absurdamente os hormônios femininos. 

O mais incrível foi a divulgação de um estudo realizado pelo renomado pesquisador Wayne Hall, professor da universidade de Queensland.

Publicidade

Ele explorou por meses quais seriam os verdadeiros efeitos que o consumo da maconha e do macarrão instantâneo poderiam causar aos seus consumidores, e chegou à conclusão que o macarrão instantâneo causaria um “retardamento mental” muito acima do que a erva.

Lógico que isso deixou muitas pessoas em duvidas, será que isso poderia ser possível?  Para chegar nessa conclusão o estudo demorou 3 meses para ser finalizado e reuniu aproximadamente 100 pessoas: 50 que consumiam diariamente o miojo e 50 que fumavam maconha todos os dias. Os consumidores do macarrão adquiriram uma queda de 12% em sua produtividade, enquanto os que consumiam a maconha tiveram apenas 2% de queda em sua produtividade. Esse estudo acabou assustando os consumidores fieis do macarrão e fez com que muita gente passasse a pensar melhor em como está se alimentando #atenção #informação #Curiosidades