Goji é o nome dos frutos da planta Lycium barbarum, originária do sul da Europa e da Ásia. À Goji Berry são atribuídas muitas propriedades, pois ela é rica em aminoácidos, trazendo vários benefícios à #Saúde.

Muito já se falou a respeito desta fruta pequena, vermelha e com um gosto parecido com o da uva passa que já é usada há milênios no Oriente. Mas, para que realmente serve a Goji Berry?

Muito indicada por nutricionistas, a fruta se destaca principalmente por sua alta concentração de vitamina C, sendo que contem até 40 vezes mais que uma laranja. São em média 2500 mg de vitamina C por 100 gramas da fruta. Deve-se ressaltar que ela inclusive excede os valores normais requeridos pelo corpo para o consumo diário da vitamina.

Publicidade
Publicidade

 Os efeitos benéficos devidos à presença deste nutriente são: melhora no sistema imunológico, melhora no humor, evita problemas oftalmológicos e derrames, ajuda a emagrecer e previne o envelhecimento da pele.

A fruta também é uma boa fonte de vitaminas do complexo B. Estas, por sua vez, reduzem fadiga, stress, ajudam no funcionamento do sistema nervoso, muscular e cardíaco e participam do metabolismo da glicose. Atua ainda como adjuvante no combate à celulite, graças à sua ação antiinflamatória, produzida pelo composto beta-sisterol.

A goji berry possui baixo teor calórico e é rica em ácidos graxos insaturados como o ômega 3 e 6, fitoquímicos e antioxidantes, equilibrando os níveis de colesterol e protegendo coração e cérebro. Seus benefícios energéticos e antioxidantes são comprovados cientificamente.

Publicidade

O #alimento é a maior fonte conhecida de carotenóides e por isso contribui para evitar problemas de visão e pode proporcionar fotoproteção adicional em pessoas mais suscetíveis aos raios ultravioletas. Pode ser encontrada nas versões in natura, desidratada, em pó e em cápsulas.

Além de tudo isso, a fruta ainda desencadeia sensações de bem-estar devido aos aminoácidos precursores da serotonina, presentes em sua composição.

Quem diria que uma frutinha tão pequena teria um efeito tão poderoso sobre a nossa saúde?