As calcinhas são peças íntimas que não devem faltar em um guarda-roupas feminino. Muitas #mulheres nem conseguem ficar sem elas e mesmo que estejam sozinhas em casa, lá está a sua grande aliada, a calcinha!

Mas todo cuidado nunca é pouco quando estamos falando de higiene íntima e, por isso, o ginecologista Gustavo Ventura de São Paulo, avisa: a falta de higienização e o uso inadequado das calcinhas, podem resultar em doenças e alterações como candidíase ou vaginoses.

Para você não correr esse risco, observe na lista a seguir, quais os principais cuidados que a mulherada deve ter com suas calcinhas e siga as seguintes orientações.

Publicidade
Publicidade

Escolha bem a sua calcinha

Na hora de comprar uma peça íntima, procure verificar a procedência dela e de que material ela é feita. Geralmente, as melhores calcinhas são feitas de microfibras ou algodão, por se tratar de materiais que oferecem uma certa ventilação na região da vagina, impedindo assim, que ali se acumule umidade, assim, evita-se a infecção por fungos ou bactérias.

Embora pareça a melhor opção, o fio dental pode até ser bonito, mas não te protege contra infecções, então o ideal mesmo são os modelos que tapam o seu bumbum.

Não empreste para ninguém

A calcinha, assim como as de biquínis, não são feitas para serem emprestadas, elas são de uso individual e não devem ser usadas por mais ninguém além de você. Isso porque elas entram em contato direto com sua vagina e as secreções provenientes dela e, por isso, as chances de contaminações são muito grandes.

Publicidade

Saiba lavá-las

A melhor forma de lavar as peças íntimas é na mão, isso porque, ao lavar nas máquinas, os produtos químicos podem não sair totalmente da peça, o que pode ocasionar irritações na vagina posteriormente. E lembre-se, use sempre um sabonete de coco ou neutro.

Se lavar a calcinha no banheiro, não deixe ela secar lá, coloque-a no sol para matar todas as bactérias e fungos que podem estar ali até mesmo após a lavagem.

Nunca reutilize uma calcinha suja, mesmo que não tenha outra para usar no momento, essa não pode ser a sua opção. Para casos de emergência como este, procure sempre ter um absorvente em sua bolsa, para que você possa usar a calcinha sem que ela entre em contato com a sua vagina.

Jogue as calcinhas no lixo sempre que precisar

Aprenda a saber a hora certa de jogar as suas peças no lixo, quando estão apertadas, folgadas ou velhas demais. Isso vai prevenir que muitos problemas apareçam em você e em sua região íntima.

Deixe de usá-las para dormir

É importante deixar de usar as peças íntimas de vez enquanto para que ventile a área da vagina, isso porque na maior parte do dia, ela fica coberta, o que pode resultar em proliferação de bactérias. Por isso, os médicos recomendam que dormir sem calcinha, faz bem para a saúde. #´higiene #Saúde