Muito agentes podem ocasionar alergias no orgão genital feminino, como os absorventes, amaciantes de roupas, sabonetes, produtos de higiene intima e também outros produtos químicos que a pele da vagina entra em contato diariamente, mas o sêmen do parceiro sexual pode estar nessa lista.

Os ginecologistas e obstetras explicam que o sêmen contem proteínas que podem ser identificado pelo corpo feminino como bactérias, vírus ou ate mesmo micro-organismo nocivo para o corpo. Quando o organismo da #Mulher identifica que um "corpo estranho" potencialmente prejudicial esta em contato com a vagina, ele começa a rejeitá-lo produzindo anticorpos (células de defesa do organismo) para poder expulsar esse agente.

Publicidade
Publicidade

Essa é uma reação de hipersensibilidade que causa os sintomas de alergia. Esses sintomas só ocorrem em 5 a cada 100 mulheres com a vida sexual ativa.

Não são todos sêmens que causam esses sintomas em mulheres predispostas a ter esse tipo de alergia. A alergia pode vir de algo que o parceiro comeu, assim elevando os níveis de proteínas do sêmen e ocasionando o inchaço na vagina.

Os sinais de alergia podem variar entre ardor depois da relação sexual, inchaço na vagina e vulva, coceiras na região genitália, vermelhidão e hipersensibilidade na cavidade vaginal após o ato sexual. Em alguns casos os sintomas não se limita apenas na região da vagina, podendo se espalhar pelo corpo todo com coceiras, hipersensibilidade da pele e vermelhidão em braços e pernas.

A melhor e única prevenção para esse tipo de alergia é o uso de preservativos, pois os anticoncepcionais não podem evitar que o sêmen do parceiro sexual entre em contado com a pele ou cavidade vaginal, pois as pílulas anticoncepcionais servem apenas para a prevenção da gravidez ou para regular os hormônios femininos.

Publicidade

Antes de tomar qualquer medida caso esteja tendo uma reação alérgica descrita nesse artigo, seu médico e seu ginecologista sempre deverão ser consultados para avaliar adequadamente o seu caso e evitar piora em seu sintomas. #Saúde