O óleo de coco na culinária já é bem conhecido na preparação de iguarias como doces, bolos, tortas, vitaminas e frituras. O que poucos conhecem, porém, é que este produto é multifuncional e tem amplas utilizações que vão muito além da cozinha.

Rico em ácido láurico, potássio, vitaminas A, D, K, E e ácidos graxos, ele conta com propriedades antioxidantes (que combate o envelhecimento precoce das células), antifúngicas e antibacterianas. “Além disso, é o único alimento que tem ácido láurico, substância que só encontramos no leite materno”, conta o médico cardiologista e nutrólogo Lair Ribeiro. Segundo ele, enquanto no leite materno é possível encontrar 19% de ácido láurico, no óleo de coco esta quantidade sobe para 47%.

Publicidade
Publicidade

“Por isso que em países onde não é possível para a mãe amamentar o seu filho é dado ao bebê água de coco fresca, para que ele mantenha em sua alimentação o ácido láurico, tão importante para a #Saúde por proteger a criança de vírus, bactérias e outros parasitas”, explica o especialista.

Agora que você já conhece parte dos benefícios, confira onde utilizá-lo para aproveitar todas as suas propriedades.

Reparador de pontas e hidratante para cabelos: promove hidratação, selagem dos fios, brilho e a longo prazo, um alisamento natural dos cabelos. De uma a duas vezes por semana, passe a noite, antes de dormir, uma pequena quantidade em toda a extensão do fio (menos na raiz). Não é necessário enxague.

Combater a caspa: as pessoas que sofrem de caspa também podem aproveitar os benefícios do óleo, já que ele tem propriedades antifúngicas, capazes de eliminar a caspa.

Publicidade

Para que isso ocorra, passe uma pequena quantidade no couro cabeludo e deixe agir por aproximadamente 10 minutos. Enxague abundantemente e lave na sequencia, como costume.

Desodorante natural: passe um pouco de óleo de coco debaixo das axilas depois do banho. Por conter propriedades antifúngicas e um cheiro agradável, ele é capaz não só de eliminar as bactérias que causam o mau cheiro como, de quebra, clarear de forma natural as axilas.

Clarear os dentes e eliminar o tártaro: o óleo de coco não só é um clareador natural como também é capaz de dar um fim às bactérias existentes na boca. A mais comum delas é a streptococcus, que tem papel fundamental no surgimento de aftas e cáries. Faça uma vez por semana, pela manhã, em jejum, um bochecho com uma colher de sopa por aproximadamente 20 minutos. Movimente o líquido por toda a boca e, no final, sem engolir, descarte o óleo e enxague a boca.

Micose de unha: passe com a ajuda de um cotonete um pouco de óleo na unha doente diariamente, por um período de aproximadamente três meses.

Publicidade

Neste período, também é importante consumir uma colher de sopa por dia, para que as propriedades antifúngicas resolvam de vez o problema.

Candidíase vaginal: se quiser tratar este problema de maneira natural, use uma pequena quantidade de óleo de coco no local, duas vezes ao dia por cerca de dois meses. Consuma uma colher de óleo de coco por dia para complementar o tratamento.

Lubrificante natural: se na 'hora H' é preciso recorrer a lubrificantes, descarte de vez os industrializados e lembre-se do óleo de coco.

Tratamento do H-pylori e problemas estomacais: quando chega ao estômago, o óleo vira uma estrutura chamada monolaurina, que mata fungos, bactérias, vírus e parasitas. Por isso, para pessoas que possuem problemas gástricos, o indicado é o consumo diário, que pode ser substituído na hora da preparação dos alimentos ou consumido in natura.  

Hidratante para a pele: as vitaminas e propriedades existentes no óleo de coco são excelentes para a pele. Se quiser aproveitar estes benefícios, passe um pouco no rosto antes de dormir e deleite-se.

Pés macios e hidratados: se a região do calcanhar está ressecada, passe antes de dormir um pouco de óleo de coco. Os pés ficarão, além de macios, muito cheirosos. #Óleo de coco