Muitas vezes, procuramos algumas maneiras de melhorar o nosso desempenho na hora H, sem pensar que isso pode nos oferecer inúmeras situações desagradáveis e até mesmo colocar a nossa #Saúde em perigo.

Mesmo que você se preocupe com esses detalhes, algumas ações que praticamos diariamente podem afetar a nossa saúde e trazer algumas surpresas nada agradáveis na hora do amor, pensando nisso, reunimos algumas atitudes que podem servir como anti-afrodisíacos e ainda danificar drasticamente a saúde da nossa área intima, acompanhe e veja quais são:

1 - Escovação dos dentes

Escovar os dentes é algo que garante a saúde dos nossos dentes e proporciona um hálito fresco e agradável.

Publicidade
Publicidade

Mas, quando isso e feito de maneira errada, a rotina higiênica pode trazer alguns riscos a nossa saúde. Quando escovamos os dentes de força agressiva ou passamos o fio dental com força, podemos ferir a nossa gengiva e deixar feridas expostas em nossa boca. Quando isso acontece, ter qualquer tipo de relação oral pode ser tornar algo muito perigoso, pois facilita a transmissão de doenças. A dermatologista Tatiana Di Perrelli explica que devemos manter alguns cuidados bocais, para ter uma relação segura.

2 - Depilação

A dermatologista Tatiana di Perrelli também alerta sobre os ricos que a depilação pode trazer a nossa saúde. Quando realizamos a depilação renovemos a camada córnea de nossa pele, deixando ela mais exposta e sensível. No ato de fazer amor acontece um atrito entre a pele do casal, causando a epiderme.

Publicidade

Por isso é importante esperar passar de 12 a 24 horas entre os eventos, mantendo a região depilada sempre hidratada e recebendo ar.

3 - Alimentos hora do amor

Muitos casais adoram utilizar diversos alimentos para brincar e dar aquela apimentada nas preliminares, isso pode parecer algo inofensivo, mas não é. Utilizar alimentos nas partes íntimas pode alterar o pH da região íntima, facilitando o contagio de infecções. O ginecologista Ricardo Luba explica que, devemos optar por itens que são fabricados especialmente para esse momento, proporcionado mais prazer ao casal de forma segura e higiênica.

4 - Medicamentos anti-histamínicos

Se você faz uso continuo de medicamentos antialérgicos, é bom ficar atento, pois esses medicamentos podem causar um ressecamento passageiro nas mucosas de nosso corpo. O ginecologista e também obstetra Ricardo Luba explica que, esse tipo de medicamento que costumamos usar para diminuir a coriza, quando é utilizado em excesso podem causar uma pequena diminuição da lubrificação vaginal, trazendo alguns desconfortos na hora H.

Publicidade

5 - Bebidas alcoólicas

A universidade de Missouri-St, localizada nos Estados Unidos realizou um estudo para saber quais são os prejuízos que a bebida alcoólica pode oferecer na hora do amor. Foi descoberto que aproximadamente 11% das pessoas que consumiram a bebida antes de fazer amor sentiram grande dificuldade em atingir o orgasmo. Os homens levaram mais tempo para ejacular e as mulheres precisaram receber estímulos extras para sentir prazer.

6 - Alimentos

O ginecologista Luba também ressalta a atenção que devemos ter com diversos fatores que podem alterar o pH da região íntima e também destruir o equilíbrio entre bactérias e fungos que são encontrados nas partes intimas femininas.  Essas alterações podem acontecer por causa da nossa alimentação, menstruação, higiene íntima e menopausa. Alguns alimentos ácidos como carne vermelha, frutas cítricas e aspargos podem alterar o “sabor e aroma” da vagina, principalmente se o consumo for em excesso. Para que a mulher consiga manter um equilíbrio benéfico da região íntima, é importante que ela inclua em sua alimentação o consumo de iogurtes que são ricos em lactobacilos e probióticos, que ajudam a controlar o equilíbrio do pH e das infecções. #Dicas #Comportamento