Beber uma cerveja gelada não é mais privilégio único dos homens. Há tempos as mulheres também se renderam à esta maravilhosa bebida que refresca e alegra seus consumidores, tanto em casa quanto nos bares das cidades.

Entretanto, alguns mitos ainda impedem muitas de experimentarem boas experiências proporcionadas pela 'loira gelada' como a formação de pneus abdominais e inchaço na barriga, supostamente decorrentes do consumo de #Cerveja.

Na verdade, estudos revelaram que, quando bebidas de forma moderada, as cervejas podem trazer benefícios inimagináveis às mulheres.

A conta é simples: para os homens, consumo moderado são duas latinhas; para as mulheres, uma lata de cerveja por dia.

Publicidade
Publicidade

O estudo revelou ainda que a consumação deve ser distribuída nos dias da semana, para que seus bons resultados possam ser absorvidos pelo organismo, ou seja, se uma #Mulher beber a cota de um mês inteiro, 30 latinhas, em um único dia, além de embriagar-se, poderá encontrar os temidos efeitos relatados anteriormente como inchaço e gordurinhas localizadas.

A pesquisa foi monitorada pelo doutor em Ciências Biológicas da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Fredson Costa Serejo, que explicou que beber cerveja moderadamente é como se o consumidor estivesse tomando doses controladas de algum medicamento. Em doses exatas, faz bem à #Saúde e ao organismo mas, por outro lado, de forma excessiva, acaba se tornando uma dor de cabeça que vai além da enxaqueca causada pela própria bebedeira.

Publicidade

Os ingredientes com os quais são produzidas as cervejas são naturais como, por exemplo, o lúpulo e a cevada. Constituída por elementos antioxidantes e fenólicos entre 15 e 35% e que criam uma barreira de imunização no organismo contra a incidência de radicais livres, a cerveja é uma bebida fermentada e, em geral, alcança teor alcoólico de até 8%.

Além das conclusões do estudo de Serejo, outras pesquisas já sinalizaram para diversos benefícios que a cerveja é capaz de proporcionar à saúde de seus consumidores, dentre eles o controle do colesterol, prevenção à doenças metabólicas que acometem todos os ossos como a osteoporose e também ajuda para a manutenção do peso.