Quem nunca ouviu falar que #Manga com #Leite seria uma mistura mortal? Desde quando éramos crianças, nossos pais e avós sempre nos lembravam que a mistura poderia causar a morte de quem consumisse. Nunca soubemos de verdade se essa recomendação era mito ou verdade. Segundo informações obtidas da nutricionista Carolina Corrêa, isso é um mito.

Carolina deu entrevista ao portal da Rede TV!. Segundo a doutora, esse mito foi criado no tempo da escravidão, criando assim, um certo medo nos escravos de consumir os dois alimentos, e tudo isso foi criado para que os escravos não tivessem interesse em tomar o leite.

Segundo Carolina, esse mito de que manga com leite causava morte se dá porque os escravos trabalhavam muito durante o dia e sentiam muita fome, e o principal alimento deles era a manga, fruta que tinha com abundância naquela época.

Publicidade
Publicidade

Ao chegar à noite, eles roubavam o leite. "O leite naquela época era raro e muito caro, poucas pessoas tinham leite em casa, sendo uma exclusividade dos mais bem sucedidos naquele tempo. E a partir daí, surgiu a lenda de que leite com manga fazia mal" conta a doutora. Então, tudo o que ouvimos desde pequenos se tratava de um mito criado pelos senhores da escravidão na época.

Ela também salientou que ao usar a fruta para fazer algum suco ou vitamina, é recomendado utilizar também as cascas da fruta. "O recomendado é utilizar tudo da fruta, inclusive a casca, para ter uma maior concentração de fibras, vitaminas e minerais em seu corpo", diz Carolina.

Outra nutricionista que também deu entrevista à Rede TV!, Erika Nóbrega, disse que a manga traz vários outros benefícios para quem a consome, como por exemplo:

  • Causa um bom funcionamento intestinal;
  • É recomendado para quem tem Anemia;
  • Fortificação dos ossos;
  • Melhora a imunidade;
  • Protege a pela e os olhos;
  • Diminui o risco de doenças cardiovasculares;
  • Melhora o sistema nervoso.

Ela também ressaltou que pode-se consumir a fruta junto com outros alimentos.

Publicidade

"Você pode colocá-la em saladas, sucos e em pratos quentes.", concluiu a professora universitária.