Segundo dados do Instituto do Sono, no Brasil, a insônia é um distúrbio que acomete 36,5% das pessoas. Com isso, percebe-se a dimensão da problemática de não dormir com regularidade, por exemplo. Os jovens, de um modo geral, são os que mais sofrem com o problema, atualmente, principalmente no que se refere ao uso de redes sociais. É comum ver, hoje, jovens perderem horas a fio ligados na tecnologia. 

Dormir com preocupação é outro aspecto que só dificulta o sono. A respiração e “esvaziar” a mente são fatores importantes para que os resultados do sono sejam mais eficientes. Preocupações, cobranças ou problemas do dia-a-dia não devem ser transferidos para o sono, porque, senão, dificilmente você terá noites tranquilas.

Publicidade
Publicidade

A respiração também deve ser avaliada como forma de perceber se o seu corpo está relaxado durante o sono. Foque na sua respiração. Tente, conscientemente, diminuir o seu processo respiratório para um número específico de inspiração e expiração, lembrando-se de contar cada um deles. Este processo para deixar a respiração mais relaxada. Nunca deite ofegante, pois o corpo demorará mais a ficar relaxado. Ao amenizar as batidas do seu coração e forçar o relaxamento, fica mais fácil cair no sono. Fique atento a outros sinais como a pulsação.

Caso tenha problemas como hipertensão ou problemas cardíacos, a atenção deve ser redobrada. Outro fato bastante pertinente é que muitos idosos têm dificuldade de dormir. O sono dos idosos é mais fragmentado e menos profundo. Não se pode afirmar que os idosos precisam de dormir menos, mas têm menos capacidade de dormir de forma contínua, ou seja, com frequência despertam várias vezes à noite.

Publicidade

Neste caso, o acompanhamento de um especialista é essencial para que os idosos possam evitar sintomas ligados à insônia.

Dormir pode ser uma experiência magnífica, mas, principalmente, é uma questão fundamental à saúde. Então, caso tenha insônia, busque um especialista e não tome remédios de forma indiscriminada. Fique atento e durma bem! #Mundo