Um bebê, com apenas 1 ano e 3 meses, passou por apuros recentemente. Isso porque ele recebeu um beijo de uma pessoa que tem a doença chamada herpes – infecção que afeta, principalmente, a região genital das pessoas, além da boca, e é incurável. Pouco tempo depois que a criança foi beijada, a sua mãe notou que começaram a surgir na pele  alguns pontos vermelhos que só aumentavam de tamanho e quantidade, com o passar das horas. Logo a mulher percebeu que poderia ser algo grave que estava afetando a saúde do seu bebê, e não somente uma simples alergia. Logo ela se dirigiu para um hospital e, ao chegar lá, momentos depois, descobriu que, na verdade, o seu filho havia contraído herpes através de um beijo em uma pessoa infectada.

Publicidade
Publicidade

“Isso é o que acontece a bebês quando entram em contato com alguém com herpes.”, explicou a britânica Amy Stinton, mostrando em fotos como estavam algumas regiões do corpo do seu bebê, (avermelhadas). De acordo com a mãe, sua revolta foi tanta que ela preferiu não ficar com aquela informação somente para si e para os seus familiares. A mulher decidiu postar fotos e denunciar para os seus amigos nas redes sociais o perigo que as pessoas que têm bebês estão correndo com relação à doença que muita gente tem e, possivelmente, pode passar para as outras através do contato físico, principalmente com relação às crianças.

“Oliver agora tem o vírus da herpes e o terá para a vida toda. Pense antes de beijar um bebê”, contou a mãe em rede social, o Facebook. Amy, em seu post, não citou o nome do possível infectado pelo vírus que teria beijado a sua criança, mas alertou que, de fato, foi alguém que estava com herpes.

Publicidade

Oliver, no entanto, passou a ser cuidado pelos médicos do hospital durante um período de quatro dias, para tratar das graves lesões que estavam em todo o seu corpo. A publicação que Amy fez em sua rede social, sobre o alerta com relação às pessoas que possuem essa doença, conseguiu chegar a incrível marca de milhares de comentários em pouco tempo e, atualmente, está, de certa forma, servindo para mães e pais tomarem cuidado com relação às pessoas que se aproximam de seus filhos para beijá-los. #Mural de Notícias