Nem todo mundo consegue resistir de abraçar e beijar um bebê. Porém, é preciso muita cautela. A mãe de um bebê na Inglaterra, Amy Stinton fez um alerta nas redes sociais após seu filho ter contraído o vírus da herpes.

Amy contou que ficou muito preocupada quando viu seu filho mais novo, Oliver, ficar com o corpo cheio de manchas vermelhas e bolinhas. O bebê tem apenas 1 ano e 3 meses e foi diagnosticado com herpes. A mãe então resolveu fazer um desabafo no Facebook: “Isso é o que acontece quando bebês entram em contato com alguém com herpes. Oliver agora tem o vírus da herpes e o terá para a vida toda. Pense bem antes de beijar um bebê”, desabafou na rede social.

Publicidade
Publicidade

Oliver passou quatro dias internado no hospital por causa da herpes. A mãe preferiu não contar quem havia infectado seu filho, mas com certeza foi alguém que estava com uma lesão na boca.

Em apenas uma semana, as fotos publicadas com as marcas de Oliver tiveram mais de 5 mil compartilhamentos na rede social em todo o mundo.

.A mãe da criança quis fazer um alerta para que todos pensem muito bem antes de pegar um bebê no colo, de beijar e abraçar os filhos dos outros.

Cuidados com os bebês

Por terem baixa imunidade, os bebês ficam doentes muito facilmente. Por isso é muito importante lavar as mãos antes de pegar um bebê no colo. Evitar de visitar um bebê se estiver gripado, resfriado. Evitar beijar o neném e não jogá-lo para cima (principalmente nos primeiros meses). E sempre perguntar para a mãe do bebê se pode pegá-lo no colo.

Publicidade

Lembre-se que podia ser o seu filho nessa situação. Precaução nunca é demais.

A Herpes labial

A herpes labial é uma doença infecciosa e contagiosa causada por vírus. Cada tipo de vírus da herpes causa doenças diferentes uma das outras, podendo causar catapora, por exemplo. O vírus da herpes, uma vez obtido, ficará pelo resto da vida no organismo. Além disso, o vírus pode voltar a se manifestar ao longo da vida, quando a imunidade da pessoa estiver baixa. A frequência varia de pessoa para pessoa. Mas algumas situações podem fazê-lo voltar, como: exposição excessiva ao sol, estresse emocional, trauma, etc.

#Curiosidades #Maternidade #Saúde