Você já fez ou conhece alguém que tenha feito dieta em sua vida? A dificuldade para a perda de peso é simplesmente incrível. Bom seria se fosse fácil perder peso com a mesma facilidade que é para se ganhá-lo não é mesmo? Mas, ainda assim, a conquista daqueles que conhecemos nos estimula a acreditar que não é impossível perder peso, bastando à pessoa que tenha bastante foco e determinação.

De toda forma, é levando-se em conta o quanto é difícil perder peso, quando mais quilos perdidos a pessoa mostrar, mais encabulados ficamos. (Frase confusa) Agora, e se uma mulher chegasse até você dizendo que emagreceu 400 quilos em sua vida? 

Este é o caso de Mayra Rosales, residente no Texas - EUA, onde aos 30 anos de idade pesava quase meia tonelada! Um número que é quase impossível de ser alcançado na balança por seres humanos.

Publicidade
Publicidade

(Organize melhor essas informações)

Mayra ficou conhecida, a princípio, por ser a mulher que teria matado seu sobrinho com o peso de seu próprio corpo, fato que foi desmentido algum tempo depois, trazendo a verdade de que sua irmã teria sido a verdadeira responsável pela morte do menino com uma pancada na cabeça. Mayra tentou proteger a irmã por dois motivos: o primeiro foi que a irmã era quem cuidava de seus filhos e ela não queria ver seus sobrinhos sem ter alguém para cuidar, já que por causa de seu peso ela não iria dar conta de atender às funções de mãe(frase confusa). O segundo motivo, foi que ela já estava em uma condição psicológica tão depreciada que ainda que fosse sentenciada à morte, não iria lhe custar grandes coisas por causa da condição de vida que estava vivendo.

No ano de 2008, quando tudo aconteceu, a mentira de Mayra não deu certo, ocasionando a prisão de sua irmã a 15 anos (sugestão: condenada a uma pena de 15 anos), fazendo com que seus sobrinhos não tivessem mais alguém para lhes dar cuidado (trecho confuso), trazendo a principal motivação para que Mayra mudasse de vida.

Publicidade

Mayra foi levada ao hospital com a ajuda de um guincho, pois não havia (tinha) como se locomover. Para que pudesse entrar no hospital, paredes tiveram que ser quebradas, visto que ela não passava nas portas.

Dai (acentuação) pra (para) frente,  foi submetida a diversas cirurgias e o incrível resultado após longos anos de persistência é de deixar algumas pessoas até se perguntando se é a mesma pessoa (frase confusa) ! Um exemplo de falta de controle superado por uma enorme disciplina.

Veja o que acontece com seu corpo quando você come um Big Mac

Governo quer aumentar tempo de contribuição para aposentadoria de 15 para 25 anos #superação #Emagrecimento #Saúde