AVC (Acidente Vascular Cerebral) também conhecido como derrame cerebral, é a perda rápida de função neurológica causada pelo entupimento ou então pelo rompimento de vasos sanguíneos no cérebro.

É uma doença de início súbito onde na maioria dos casos o paciente apresenta paralisação ou dificuldade de movimentar os membros de um mesmo lado do corpo, dificuldade na articulação das palavras e déficit visual súbito de uma parte da visão. É um caso de emergência médica, que pode evoluir com sequelas ou até mesmo a morte.

Existem vários tipos de sintomas que podem identificar o início de um AVC, porém, o que poucas pessoas sabem é que estes sintomas podem ser diferentes em homens e mulheres.

Publicidade
Publicidade

Claro que existem os sintomas clássicos que acontecem em ambos os sexos, como por exemplo: problemas na fala e na memória, visão turva, dormência e paralisia de um lado do corpo, dor de cabeça súbita sem causa aparente.

Os fatores de riscos para a causa do AVC são para ambos como a idade, doenças do coração, pressão alta, diabetes, tabagismo, história de doença vascular prévia, sedentarismo, colesterol, álcool e drogas.

Existem vários passos que podem ser seguidos para reduzir o risco de um AVC. Por exemplo: Reconhecer os sinais de alerta, evite o hábito de fumar, limite o consumo de álcool,  seja ativo e faça atividades físicas regularmente, entre outros.

Existem alguns sintomas específicos que ocorrem com mais frequência em mulheres, mas que nem sempre são reconhecidos como sinais de um derrame.

Publicidade

Segue abaixo 6 desses sintomas nos quais as mulheres devem ficar atentas:

  1. Desmaios ou sensação de desmaio
  2. Convulsões
  3. Mudança de personalidade
  4. Alucinações
  5. Falta de ar
  6. Náusea

O uso de pílulas anticoncepcionais pode favorecer o surgimento de AVC, principalmente em mulheres fumantes. É muito importante que você consulte o seu médico para que ele avalie a sua condição clínica e oriente da melhor maneira possível. Não tome nenhuma decisão sem antes consultar o seu médico.

Se você ou alguém que conheça estiver com algum destes sintomas, NÃO ESPERE MELHORAR, procure um médico com urgência, pois cada segundo é importante. #Saúde